Fórum Internacional da Juventude Afrodescendente discute garantias de direitos e participação

Publicado em quinta-feira, novembro 17, 2011 ·

caras-negrasCerca de 80 jovens de 16 países da Ibero-América se reuniram nessa quarta-feira (16) para discutir garantia de direitos e participação da juventude afrodescendente. As discussões ocorreram no Fórum Internacional da Juventude Afrodescendente, evento realizado no marco das ações do Encontro Ibero-Americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes: Afro XXI, que acontece até  sábado (19) em Salvador, Bahia, no Brasil. Thais Zimbwe, coordenadora afrodescendente da Rede Ibero-Americana de Jovens Indígenas e Afrodescendentes (Rejina), explica que o Fórum teve o objetivo de “reunir jovens líderes dos países ibero-americanos para debater a garantia de direitos e incidência política”. Dessa forma, os jovens presentes no encontro debateram questões como: acesso a oportunidades e políticas de ação afirmativa, estratégias de incidência sobre marcos legais para as juventudes, participação política, direitos sexuais e reprodutivos, emprego e empreendimento, e combate à violência.
De acordo com Thais, os resultados dos debates integrarão um relatório que será apresentado nesta quinta (17) na mesa número quatro do Afro XXI: “Juventude e Garantia de Direitos”. Além disso, ela afirma que as demandas dos/as jovens afrodescendentes também estarão presentes nos documentos finais do Encontro.
Apesar da diversidade e da especificidade das juventudes, Thais observa que as demandas se centraram em pontos comuns para todos os países. Dentre elas, destacaram-se: mais espaço para incidência política da juventude, fortalecimento das organizações de jovens, ratificação da Convenção Ibero-Americana de Direitos dos Jovens (CIDIJ) – para os países que ainda não ratificaram, da Carta da Bahia e da Declaração da Conferência de Durban.
A coordenadora da Rejina ressalta ainda a importância da realização de um evento como o Afro XXI e, principalmente, de espaços específicos para a juventude afrodescendente, como o Fórum. “É importante destacar que na comemoração do Ano Internacional dos Afrodescendentes, o Afro XXI é um evento da agenda que reúne governos para discutir políticas para os afrodescendentes”, comenta, lembrando também que o Fórum da Juventude foi um importante espaço para a juventude se reunir e apresentar suas reivindicações. “[O Fórum] é um grande passo para a participação da juventude afrodescendente na Ibero-América”, afirma.
OFórum Internacional da Juventude Afrodescendente foi uma realização da Rejina juntamente com a Organização Ibero-Americana de Juventude (OIJ), a Secretaria Geral Ibero-Americana, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), a Secretaria Nacional de Juventude do Brasil (SNJ) e o Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa Lacro).

Afro XXI

OEncontro Ibero-Americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes: Afro XXI se estende até sábado (19) na cidade de Salvador, Bahia, reunindo governos, autoridades nacionais e internacionais, movimentos sociais, artistas e líderes sociais para debater sobre questões sociais, políticas, culturais e econômicas das comunidades afrodescendentes da Ibero-América.
Além das 21 mesas redondas, a programação do Encontro contempla fóruns da sociedade civil, seminários e atividades culturais. A expectativa é que, no final, seja elaborada uma declaração que aponte uma agenda comum dos países para os próximos anos.
Para mais informações, consulte: http://funag.gov.br/afro21/ou http://afroxxi.wordpress.com



Karol Assunção
Do Adital
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627