Flagra de pedofilia em JP foi forjado por policiais militares, revela delegado

Publicado em terça-feira, novembro 29, 2011 ·

fugaO delegado Fábio Pontes, que estava de plantão na 1º Delegacia Distrital de João Pessoa na madrugada desta terça-feira (29/11) revelou à imprensa que flagrante de crime de pedofilia, supostamente praticado na noite de ontem (28/11), na comunidade João Paulo II, na capital, teria sido forjado por policiais militares.

“Tudo não passou de uma invenção de policiais militares. Eles não medem a proporção com que as coisas tomam. A jovem que foi presa não estava fazendo fotos eróticas de meninas. A criança de 12 anos estava na casa dela porque eram amigas e havia ido lá ontem à noite para dormir. Não caracterizou crime algum e ela já foi liberada”, declarou.

Fábio Pontes disse ainda que o autor intelectual do flagrante teria sido o pai da menina – que não mora mais com a mãe -, que teria inventado a história de que havia material pornográfico de menores de idade na casa da suspeita Patrícia Vilar Dantas, de 21 anos.

“O pai da criança foi quem inventou isso. Ele nem sabia onde a filha estava. Já a suspeita é maior de idade e qualquer um pode ter material pornográfico em casa. Isso também não caracteriza crime”, concluiu o delegado.

Da Redação com informações do Portal Correio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627