Fifa fala em R$ 225 milhões para futebol brasileiro. CBF não dá nada

Publicado em quarta-feira, junho 18, 2014 ·

diretor-da-fifaA Fifa garantiu um investimento de US$ 20 milhões (R$ 45 milhões) no desenvolvimento de infraestrutura do futebol brasileiro, que deve atingir US$ 100 milhões (R$ 225 milhões). Com receita superiores a R$ 400 milhões, a CBF não tem nenhuma previsão de colocar dinheiro neste projeto, mas participará da gestão dos fundos.

Há um ano, o presidente da federação internacional, Joseph Blatter, prometeu que daria esse investimento de US$ 100 milhões total no Brasil. Mas só há um programa aprovado de um quinto desse valor pelo Comitê Executivo da federação internacional. A expectativa é de que, com o lucro do Mundial, esse valor seja multiplicado por cinco, segundo a Fifa. O dinheiro será destinado a campos de futebol, divisão de base, e futebol feminino.

“Somos ativa na implantação do projeto. Temos ainda o projeto Football Hope. O total de  US$ 20 milhões será implementado. Ainda não foi aprovado o restante do comitê executivo. A intenção é estar na zona do que disse o presidente Blatter (US$ 100 milhões), mais ou menos. É o primeiro passo”, afirmou o diretor de desenvolvimento do futebol da Fifa, Thierry Regenass.

Na Africa do Sul, foram investido o total de US$ 100 milhões. Questionado quanto a CBF poderia colocar de dinheiro no projeto, o presidente da CBF, José Maria Marin, disse que levaria em conta a sugestão. Não soube dizer sobre um centavo investido em campos de futebol, mencionando apenas passagens e bolas dadas para a Série C e Série D.

“Desde que nós chegamos a CBF, muitas vezes já foi dito, mas fomentamos o futebol brasileiro, com Série C e Série D. Pagamos transporte, exame antidoping. Damos14 bolas para cada equipe”, explicou Marin. “Vou levar em conta sua sugestão. Vamos estudar. Vamos ver se implementamos ainda este ano.”

Uol

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br