Festa de Emancipação Política de Damião-PB acontece neste final de semana

Publicado em sábado, Abril 26, 2014 ·

cartazAbril é mês de comemoração na cidade de Damião. A tradicional festa de Aniversário da cidade já movimenta os bastidores da organização do evento, o prefeito Lucildo Fernandes preparou uma programação com show e eventos culturais, para que a população possa celebrar os 20 anos de emancipação política do município em grande estilo.

A programação já está definida; Confira! 

Sábado – 26 de abril:

16h00: Culto em Ação de Graças – Ginásio de Esportes.

Domingo – 27 de abril:

05h00: Alvorada com a Banda Marcifarra “29 de abril”;

06h00: Caminhada da Saúde (Concentração no Posto de Saúde),

08h00: Hasteamento dos Pavilhões – Prefeitura e Câmara Municipal,

09h00: Corrida de jegue, pedestres e ciclistas ;

14h00: Final do Campeonato de Futsal,

16h00: Inaugurações da Creche Municipal da Educação Infantil – ”Josefa dos Santos  Silva” (Professora Nevinha),

17h00: Inauguração da Academia da Saúde,

19h00: Missa em Ação de Graças na igreja de Nossa Senhora de Fátima;

20h30: Partilha do Bolo de 20 metros em homenagem ao 20º aniversário de Emancipação Política de Damião – Show Pirotécnico e Encontro de violeiros em frente à igreja católica,

22h00: Show com as Bandas:
*Pele Morena,
*Marcelo do Acordeom e Zé Curto,
*Raniery Gomes.

Conhecendo a historia do Município

Dados Históricos da Cidade de Damião-PB

Sua história começou na primeira metade do século XVIII, mais precisamente entre os anos de 1860 e 1870 época que alguns retirantes fugindo da seca no sertão paraibano se deslocavam para a região do brejo, porém entre os menos favorecidos também vinham pessoas com poder aquisitivo maior, bem como os Senhores Cosme e Damião que chegaram nesta época trazendo consigo um rebanho de animais.

O Senhor Cosme construiu uma cabana onde hoje se denomina Sitio Olho D’água é possível ainda, encontrar um morro denominado “Serrote do Cosme” e “Capoeira do Cosme”, pois foi justamente neste local que ele realizou sua primeira plantação. O seu irmão foi um pouco mais adiante, precisamente as margens de uma lagoa que hoje é conhecida como “lagoa de nico” onde também, ergueu uma cabana. Ele era casado e sua família era bastante acolhedora, pois quem os visitava tinham o prazer de ali retornar.

Nos finais de semana e feriados sua casa era bastante visitada por pessoas que buscavam algum tipo de suprimento alimentar, quando algumas pessoas se encontravam no meio do caminho uma perguntava para a outra: – “Donde tu vem”? A outra respondia: – “vem lá de Damião”. Portanto até os dias de hoje se alguém encontra outra pessoa nas proximidades da cidade e pergunta de onde você vem? Certamente essa pessoa vai responder venho lá de Damião, isso virou hábito e consequentemente o nome da Cidade.

Não se têm registros oficiais destas famílias, pois as mesmas estiveram nesta região por algum período de tempo, porque quando houve melhorias nas condições climáticas no sertão, os mesmos retornaram ao seu rincão, com relação às terras como eles não tinham posse legal acabaram por abandoná-las. Como eles abandonaram as terras isso atraiu outras famílias para aquela localidade e é claro aos poucos foi povoando-se cada vez mais, até ser elevado a categoria de distrito administrativo de Barra de Santa Rosa.

Em 1948 passou a habitar nesta localidade o Senhor Professor João André dos Santos (in memorian), vindo da Cidade de Solânea-PB; popularmente conhecido como seu Nino, o mesmo deu início a um processo de alfabetização que por toda sua existência fez questão de levar muito a sério.

O Senhor Nino por não ter onde trabalhar utilizava uma pequena capela localizada no Sítio Cabaceiro onde cobrava cinco mil réis como ajuda de custo para comprar querosene para um lampião de dois bicos que iluminava o ambiente, essa capela fica distante cerca de três quilômetros de onde hoje funciona o paço municipal, portanto, o primeiro professor desta região, também lutou e conseguiu a construção da primeira Escola do município denominada “Alexandre Diniz da Penha”, construída na gestão do Prefeito José Ribeiro Diniz, (Zé Diniz). Foi também o primeiro escrivão do cartório de registro de pessoas naturais, mesmo sem ter onde trabalhar, o mesmo, utilizava sua residência para desenvolver seus trabalhos de cartorário. Sua emancipação proporcionou-se no dia 29 de abril de 1994, sendo sua instalação no dia 01 de janeiro de 1997,

O município está localizado na Microrregião do Curimataú Ocidental e na Mesorregião do Agreste Paraibano do Estado da Paraíba. Sua Área é de aproximadamente 110 km², representando assim, 0.1945% do Estado; 0.0071% da região e 0.0013% de todo o território Brasileiro. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2008 sua população era estimada em 4.807 habitantes. A sede do município tem uma altitude aproximada de 0 (zero) metros, Latitude -06° 36′ 10” e Longitude 35° 56′ 12”, localiza-se a 200 Km da capital. O acesso é feito, a partir de João Pessoa, pelas rodovias BR 230, BR 104 e PB 133.

DADOS LIMÍTROFES

Através da Lei Municipal 006/2001 de 28 de maio do mesmo ano definiu-se os limites do município: Ao Norte com o município de Cuité; ao Sul e Oeste com os Municípios de Barra de Santa Rosa e Cassarengue; e ao Leste com Cacimba de Dentro.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

No dia 20 de junho de 1980, o então governador do Estado da Paraíba, Dr. Tarcísio de Miranda Burity, sancionou a Lei Estadual n°. 4.155, que levou o Damião a categoria de Distrito Administrativo de Barra de Santa Rosa, e sua emancipação política ocorreu no ano de 1996, através da Lei Estadual n°. 5.911, sancionada no dia 29 de abril de 1994, pelo Governador Cícero de Lucena Filho, sendo sua instalação no dia 01 de janeiro de 1997.

Para sua primeira gestão municipal o povo damiãoense escolheu o Senhor Allan Pontes Nepomuceno e Senhor Cícero Joaquim de Sousa, ambos eleitos com 669 dos votos válidos, à primeira composição da Câmara Municipal procedeu-se desta forma: Cosmo de Oliveira Sousa (PFL), Rosimar da Silva Casado (PFL), Josefa Ramos de Brito (PFL), Elísio de Azevedo Melo (PFL), Ednaldo Rocha Silva (PFL), Francisco Berto Silva (PMDB), Raimundo de Azevedo Melo (PMDB), Maria Silva Lucena (PMDB) e José Francisco dos Santos (PMDB), O último renunciou ao mandato para trabalhar como taxista na Cidade de São Paulo/SP.

O primeiro Presidente da câmara Municipal foi a Senhora Rosimar da Silva Casado que conduziu os trabalhos da “Casa João André dos Santos” por dois períodos Legislativos.

A segunda gestão municipal ficou neste formato: Geoval de Oliveira Silva (Prefeito) e Raimundo de Azevedo Melo (Vice-Prefeito), sendo que o Vice ele foi cassado pela justiça eleitoral ainda em dois mil e dois; em 2004 Geoval de Oliveira Silva, foi reconduzido ao cargo, sendo que a Senhora Rosimar da Silva Casado fora eleita como sua Vice-Prefeita.

Na sua quarta e atual gestão foi eleita a Senhora Maria Elonora Soares Diniz e Rosimar da Silva Casado, respectivamente Prefeita e Vice-Prefeita, com 1.920 votos dos 3.706 aptos a votarem neste pleito.

Para a quinta gestão foram eleitos os senhores Lucildo Fernandes de Oliveira (prefeito) e Cosmo de Oliveira Sousa (vice-prefeito) eleitos com 1.765 votos para governar o município a partir do dia 01 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2015.

 

 

Araruna Online, com informações do Blog Damiãopb

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627