Férias no Brejo paraibano

Publicado em domingo, julho 14, 2013 ·

BananeirasOs paraibanos que gostam de frio podem aproveitar os meses de junho, julho e agosto para tirar do guarda-roupa aquela malha mais quentinha e encarar as baixas temperaturas das noites serranas. Para tornar o período ainda mais atrativo, que tal conhecer um pouco da história do Estado e fazer um roteiro diferenciado?

A região do Brejo paraibano, a cerca de 120 km de João Pessoa, abriga inúmeras experiências positivas do turismo rural. São mais de 40 atividades oferecidas para turistas e visitantes. Passeios criativos, que envolvem gastronomia, artesanato, hospedagem, música, com foco na experiência e na produção, são referência para o fomento do turismo na Paraíba e já são modelo para outros estados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Localizada no Brejo paraibano, a cidade de Bananeiras fica a 130 quilômetros da capital e possui um clima temperado, com temperatura média de 28°C no verão e 10°C no inverno.

Encravada entre os municípios de Pirpirituba, Bananeiras e Borborema, a Cachoeira do Roncador é um dos pontos turísticos mais conhecidos do Estado. O local é adequado para caminhadas ecológicas e a prática de camping selvagem, além de ser muito procurada para a prática de rapel. A Cachoeira do Roncador é um lençol d’água que desaba de uma altura de 45m, graças a uma depressão formada no curso médio (com mais de 10 pequenas quedas d’água nas pedras) do rio Bananeiras. A Cachoeira tem sua beleza realçada durante o inverno quando aumenta seu volume e sua intensidade de água.

Para quem gosta de história, a viagem pode ser aproveitada para conhecer um pouco mais do passado. Com fortes influências do período colonial, os municípios de Areia e Alagoa Grande ainda guardam os resquícios da Civilização do Açúcar. A região foi um dos mais importantes centros produtores de cana do Brasil colônia. Prédios antigos, museus e engenhos podem ser visitados e garantem um bom passeio cultural. Também é possível participar de uma experiência única ao se envolver com a cultura local. Tocar um violino, sentir o cheiro doce da cana-de-açúcar, mexer um arroz de leite num restaurante, assistir ao trançado de artesãos em contato com a natureza são algumas das atividades proporcionadas aos turistas da região. Na Casa do Doce, nas proximidades do Engenho Triunfo, o visitante pode provar até 73 tipos de doces caseiros, alguns até com cachaça.

Não dá para passar em Areia e não conhecer sua história religiosa. Pelo Museu da Arte Sacra percebe-se por onde a cidade tem conseguido resgatar seu sentimento de pertença para ajudar na construção de uma cidade turística.

No Restaurante Bambu, uma construção que lembra as sacadas japonesas, de bambus grossos e resistentes, o visitante pode desfrutar de uma bela vista da cidade. Em cima de um morro, o terraço das mesas exibe uma vista exuberante. A pousada-boutique Vida Real é outro ponto de visitação, com exposição e venda de móveis restaurados e objetos de decoração.
 

Onde ficar
Vila Real Pousada (Areia): Preservando a arquitetura e instalações do prédio onde funcionou até metade do século XX o Seminário Propedêutico Santa Terezinha, a pousada se propõe a aliar o conforto ao rústico. Os apartamentos dispõem de TV, ar condicionado, frigobar e internet wi-fi. O valor da diária varia entre R$ 80 e R$ 320 com café da manhã. Mais informações no site www.vilarealpousada.com.br ou pelo telefone (83) 3362-1559.

Serra Golfe Hotel (Bananeiras): Localizado no centro da cidade, o hotel funciona num casarão histórico que foi restaurado e adaptado ao que há de mais moderno. O empreendimento conta com uma adega climatizada com capacidade para mais de 400 rótulos, entre destilados e fermentados, e um restaurante que dispõe de pratos regionais e internacionais. As diárias variam entre R$ 232,00 e R$ 414,00 com café da manhã. Mais informações no site www.serragolfehotel.com.br ou pelo telefone (83) 3367-1103.

 

jornaldaparaiba

Comentários

Tags : , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br