Ex-presidiário é acusado de matar, a facadas, filha de amigo que lhe deu emprego em granja

Publicado em sábado, novembro 19, 2011 ·

policialA jovem Nacélia Camilo Gerônimo de 19 anos foi encontrada morta com quatro facadas na cabeça na tarde desta sexta (18) no município de Mataraca a 83 km de João Pessoa.

Segundo informações, o pai da vítima, Hélio Camilo Gerônimo saiu da granja onde trabalhava como administrador para ir até o centro da cidade que fica a pouco mais de 1 km e deixou a filha em casa. Ao retornar não encontrou Nacélia e ao procurá-la nos arredores da casa encontrou o corpo da filha no capinzal que fica nas proximidades da baias dos animais.

O principal acusado é o ex-presidiário Raimundo Alves de Freitas de 20 anos. O acusado trabalhava na granja como tratador de cavalos e era amigo do pai da vítima. De acordo com populares, os homens se conheciam a mais de dez anos e Hélio quem convidou o acusado para trabalhar na granja. Raimundo estava há 1 ano e 7 meses no trabalho.

O acusado está foragido e a perícia da Capital afirmou que há indícios de estupro, e luta corporal. A vítima tinha quatro perfurações feitas por faca na cabeça e sangue nas partes íntimas. A informação é que a jovem não tinha nenhum relacionamento com o acusado.

A polícia está a procura de Raimundo que continua foragido, mas o único local por onde ele pode fugir é passando por uma aldeia que fica nas imediações. Os índios juraram o acusado de morte.

Marília Domingues / Washington Luís

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627