Ex-prefeito terá que pagar R$ 1,4 mi por não comprovar despesas com dinheiro municipal

Publicado em quarta-feira, Janeiro 28, 2015 ·

dinheiroO ex-prefeito de Água Branca, Aroudo Firmino Batista, deve devolver aos cofres públicos R$ 1.414.869,66. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Contas do Estado nesta quarta-feira (28). De acordo com o TCE, o ex-prefeito não provou a existência de despesas.

O então gestor do Fundo Municipal de Saúde da mesma cidade, Edísio Francisco da Silva, também teve as contas de 2012 desaprovadas pelo TCE, que e agora tem um débito de R$ 70.000,00. Os dois ainda podem recorrer dessa decisão.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Despesas também não documentalmente comprovadas acarretaram a reprovação das contas de 2012 do ex-prefeito de Bom Jesus, Manoel Dantas Venceslau, de quem o TCE quer a devolução de R$ 8.750,00. O ex-gestor de Juru, que ainda respondeu pelo não empenhamento e não recolhimento de contribuições previdenciárias, pode recorrer da decisão tomada conforme o voto do relator Arnóbio Viana.

 

 

MaisPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627