Esperança se Mobiliza para Trazer Restos Mortais de Dom Palmeira

Publicado em terça-feira, maio 10, 2011 ·

A Paróquia de Esperança abraçou a ideia da sociedade Esperancense  de trasladar os restos mortais do bispo Dom Manuel Palmeira da Rocha para Esperança, cidade onde ele foi pároco por 29 anos, entre 1951 e 1980. Politicos, empresários e pessoas de diversos segmentos acharam simpática a idéia e se comprometeram a oferecer o apoio logístico para tornar possível a execução da idéia.
Foi Então que iniciaram um Abaixo Assinado junto a Paróquia para Transladar os Restos Mortais do Eterno Pastor de Esperança, que fez e muito pelo crescimento da Cidade.

Para os que conheceram dom Palmeira desenvolveu um trabalho de profunda extensão social na cidade e merece ter os seus restos mortais colocados na igreja sobre a qual esteve a frente por quase três décadas à frente da nossa paróquia, fez uma administração profícua. Sempre foi um homem preocupado com a pobreza, com a saúde e a educação. Era poliglota. Falava quatro idiomas e não perdia oportunidade de fazer suas demonstrações quando tinha oportunidade.  Apesar do seu jeito ensimesmado, ele tinha uma veia cômica muito interessante. Contava piadas, sempre inocentes, com muita graça.
Construiu as capelas de São Sebastião, no povoado de São Tomé; Nossa Senhora de Lourdes, no distrito de Massabielle; São Francisco de Assis, no Sítio Umbu; Nossa Senhora de Lourdes, na fazenda Julião; Nossa Senhora da Conceição, no atual distrito do Pintado; Nossa Senhora das Graças, no Sítio Velho; São Sebastião, no Riachão e Nossa Senhora da Conceição, no Sítio Boa Vista. Na cidade, edificou a Capela Santo Antônio, anexo à Maternidade São Francisco de Assis, nesta Cidade, e as capelas das comunidades Santa Clara e Nossa Senhora Aparecida.
Dom Palmeira sempre foi dono de um grande carisma. Logo nos primeiros anos, ao chegar a Esperança, enfrentou muita oposição para continuar a construção do que viria a ser o Ginásio Diocesano de Esperança, onde fiz a primeira fase do ensino fundamental (antigo primário). Como chefe espiritual, sempre se constituiu num exemplo de vida. Era ouvido e seguido.
Ao deixar Esperança, em 1980, quando recebeu as ordens de bispo com o lema “Lux et Vita”, foi pastorear o rebanho de Pesqueira, no vizinho estado de Pernambuco. Lá cumpriu sua missão a frente da diocese daquela cidade pelos 13 anos seguintes. Na qualidade de bispo, sob sua responsabilidade ficaram 25 paróquias distribuídas em 13 municípios. Faleceu como bispo emérito de Pesqueira, aos 83 anos, com problemas renais. Seu corpo repousa na catedral daquela cidade.
o Abaixo Assinado pode ser encontrado no Plantão do Dizimo e na SEcretária Paróquial, além dos pontos comerciais.

Notícia Esperancense
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627