Escritor denuncia “trânsito caótico em Dona Inês nos dias de feira livre”

Publicado em quinta-feira, Maio 5, 2011 ·

transito1Todos sabem, todos vêem, todos sentem. Dona Inês vive um caos no trânsito todos os dias de feira livre. Carros para todo lado, sem nenhuma orientação, sem fiscalização. O motorista, o motoqueiro e o pedestre fazem o que querem, sofrem e correm riscos, batem seus veículos, atropelam, entram em stress… todos os sábados. Quem vem de fora, imagina que está numa cidade de loucos, de pessoas sem capacidade de organização, ou coisa pior.

Passou da hora da Administração Pública tomar as rédeas da situação e organizar o trânsito na cidade impondo as diretrizes necessárias para conseguir os resultados normalmente aceitos numa sociedade que tenha um mínimo de educação e conhecimento.

Desorganização – carro branco parado na contramão
É hora de um Vereador tomar a iniciativa de apresentar um Projeto de Lei que bote termo no problema. Do jeito que está e vemos nas imagens não dá pra continuar. Se não houver verba orçamentária para este Exercício, que se pense para o próximo. Os representantes do povo têm que pensar sempre no melhor para a população, para a cidade. Não podem ficar omissos diante das evidências por medo de ferir um ou outro, e jogando os problemas da comunidade para debaixo do tapete. A tendência é piorar, sempre.

A título de sugestão, a av. Major Augusto deve se tornar mão única nos dias de feira entre a José Carolino e a Pça. Zé Matias. Da mesma forma, as ruas Ana da Conceição Melo e José Paulino, ter só um sentido no entorno do Mercado Público.  O estacionamento de veículos durante o horário de feira deve ser estipulado para facilitar a locomoção na região, sem prejudicar os comerciantes e usuários de transportes coletivos.

Desembarque de passageiros no meio da rua
Aliado a tudo isso, fazer a sinalização pertinente e realizar um trabalho de divulgação antes de implantar as medidas, mostrando os benefícios para todos. É preciso exigir dos cidadãos que cumpram as regras, que se adequem às medidas, que cumpram o que foi determinado. Deixar como está é fugir dos compromissos, não pensar na cidade e na população, é ganhar no mole com conversa fiada.

Blog Dona Inês
Com Geraldo Guilherme, fotógrafo, escritor, comunicador
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627