Escândalo: ex-candidato a prefeito é investigado por desvios de quase R$ 1 milhão em ano eleitoral

Publicado em quarta-feira, Abril 24, 2013 ·

desvioA prefeitura de Princesa Isabel está investigando uma suposta fraude nos cofres públicos municipais que teria resultado em um prejuízo de quase um milhão de reais. De acordo com a denúncia, o então secretário de Saúde, Ricardo Pereira, fez doações em dinheiro para pessoas, supostamente carentes, fazerem tratamento de saúde no período de 2011 e nos 80 dias de 2012 em que o prefeito Thiago Pereira ficou a frente da gestão. Ricardo foi um dos candidatos a prefeito da cidade nas eleições do ano passado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Documentos levantados pela prefeitura revelam que, somente em 2011, Ricardo Pereira fez doações que, juntas, somam R$ 541.291 mil. Os valores da suposta contribuição para tratamento de saúde de pessoas carentes variam de R$ 4 mil até R$ 8,5 mil, por pessoa.

 

Já no ano de 2012, período em que o ex-secretário Ricardo Pereira ficou no cargo, entre 02 de janeiro a 21 de março, ou seja, 80 dias, foram constatados pagamentos no valor de R$ 210.255 mil. Todas as doações eram feitas com base na Lei Municipal 910/2055 que permitiria a distribuição de benevolências por parte da secretaria.

 

Secretário doou mais de R$ 87 mil somente no dia 2 de janeiro de 2012

Os empenhos levantados pela prefeitura de Princesa Isabel mostram que a ‘farra’ na Secretaria de Saúde ocorria de todas as formas. Somente no dia 2 de janeiro de 2012, por exemplo, passado o feriado de réveillon, o ex-secretário Ricardo Pereira fez doações que, somadas, chegam ao valor de R$ 87.266 mil.

 

O custo das doações feitas apenas no dia 2 de janeiro é maior que o valor gasto durante o restante de todo o ano quando a nova gestão assumiu, após a cassação de Thiago Pereira. Segundo as informações, de março até dezembro de 2012, quando o prefeito passou a ser Domingos Sávio (PSDB), a secretária de Saúde gastou R$ 73.662 mil. Significa que, em apenas um dia, o antigo secretário gastou o equivalente a um ano inteiro.

Um dos beneficiados com a ‘cortesia’ de saúde da prefeitura, na época, teria sido um funcionário comissionado da Secretaria de Infraestrutura, que era amigo de Ricardo Pereira, e que foi contemplado com a quantia de R$ 6,4 mil.

 

Entretanto, conforme a denúncia, o servidor não teria feito nenhum tratamento de saúde e diz que desconhece a doação.

 

Outras suspeitas

Além da distribuição de dinheiro na Secretaria de Saúde, a prefeitura de Princesa Isabel também está investigando pagamentos feitos a empresa Clara Consultoria e Planejamento Ltda, localizada em Recife (PE). O empreendimento recebeu R$ 75.127 mil da gestão, no entanto, conforme a denúncia a obra paga não existe.

O pagamento teria sido efetuado para obras de construção do Centro de Reabilitação Físico-motora da cidade de Princesa Isabel, obra essa desconhecida de toda a população, inclusive da Secretaria de Saúde.

Investigação será levada ao MPPB e ao TCE-PB

Para investigar a os gastos de forma mais aprofundada a prefeitura está realizando uma sindicância interna e no prazo de 30 dias o resultado do levantamento será encaminhado ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

O outro lado

A reportagem do PolíticaPB tentou entrar em contato com o ex-secretário de Saúde e ex-candidato a prefeito, Ricardo Pereira, mas não obteve êxito.

Fonte: Nice Almeida – politicapb

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627