Ereção indesejada: veja como tratar a doença

Publicado em domingo, Abril 15, 2012 ·

Doença pouco conhecida, mas que pode – e muito – constranger os pacientes que a tem: o priapismo. Já ouviu falar? O homem possui, sem estar excitado, uma ereção indesejada. Esta pode durar horas e pode fazer muito mal. Em alguns casos, o paciente pode perder os estímulos do pênis e precisar de uma prótese peniana.

Para esclarecer um pouco mais sobre o priapismo, o Portal da Band conversou com o urologista Paulo Egydio. Confira, abaixo, de onde vem a doença, como se prevenir e tratar.

Portal da Band: Por quanto tempo o homem pode ficar com a ereção?

Paulo Egydio: A ereção prolongada, que persiste sem o estímulo sexual, pode durar mais de seis horas.

O que pode acontecer com o pênis ao ficar tanto tempo ereto?

R.: isso implica na menor circulação do sangue na região, podendo deixar cicatrizes e atrapalhando as próximas ereções.

Quem está mais propenso a ter o priapismo?

R.: Há, realmente, pessoas que estão mais predispostas a terem a enfermidade. São as que possuem o sangue mais espesso ou que têm anemia falciforme – a doença é genética. A circulação fica prejudicada e pode causar os sintomas.

E quem utiliza medicamentos para ereção?

R.: Esta parcela de pessoas, se usam os remédios de forma indiscriminada e sem o aconselhamento médico, também podem ter o priapismo. São pessoas que injetam altas quantidades de substâncias ou que usam o “viagra”, por exemplo, sem necessidade.

O que é preciso fazer caso o homem sentir que está muito tempo com o pênis ereto? R.: Se passar de três horas, o paciente precisar ir para um pronto-socorro. No local, eles devem fazer uma pulsão do sangue estagnado no pênis, que deve voltar ao normal, e devem dar medicamentos vasoconstritores.

Caso ele não vá a um médico, o que pode acontecer com o paciente?

R.: O longo tempo de ereção pode fazer com que o pênis tenha uma fibrose e ele pode não ter mais ereções, posteriormente. Nesses casos, é necessário que se coloque uma prótese peniana.

É possível prevenir o priapismo?

R.: Para os que usam medicamentos, basta o acompanhamento médico. Para os que possuem anemia falciforme, é preciso que o homem mantenha uma boa hidratação e que ele procure evitar morar em locais altos, onde a oxigenação do ar é menor.

Os que sofrem da doença podem ter crises em qualquer lugar? Como fazer para não se constranger?

R.: Sim, é possível que as crises aconteçam nos mais variados lugares. Mas, para os que tratam do priapismo, sempre aconselhamos um acompanhamento psicológico.

Band

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627