‘Entrei no PSDB em lealdade a Serra’, diz coronel que ameaçou jornalista de morte

Publicado em quarta-feira, outubro 10, 2012 ·

O tucano Paulo Telhada, ao centro, foi o quinto vereador mais votado (Foto: reprodução/Página de Telhada no Facebook)

O coronel Paulo Adriano Lopes Telhada, ex-comandante da Rota eleito vereador em São Paulo no último domingo (7), afirmou em entrevista para o repórter Gabriel Mestieri, do portal R7, que entrou para o PSDB em “lealdade” ao ex-governador José Serra, hoje candidato a prefeito na capital paulista.

Telhada é alvo de três ações do Ministério Público que pedem a impugnação de sua candidatura. Em uma delas, por incitação à violência em seu perfil no Facebook. Ele também é acusado de ameaçar de morte o jornalista André Caramante, da Folha de S.Paulo, que teve de sair do país para preservar sua vida.

telhada com serra
Telhada, à esquerda, com imagem da campanha de Serra ao fundo (Foto: reprodução/Facebook)

Após publicar um artigo com críticas aos crimes cometidos pela Rota, em 14 de julho, Caramante passou a receber várias ameaças. Uma delas foi postada por Telhada no Facebook. Disse o coronel: “Quem defende bandido, é bandido também. Bala nesses safados”. Em outra mensagem, um policial militar chamado paulo Sérgio Ivasava Guimarães dá apoio a Telhada: “Esse Caramante é mais um vagabundo. Coronel, de olho nele”.

Eleito vereador com a quinta maior votação, Telhada diz que agora irá às ruas para ajudar a eleger Serra prefeito. “Com certeza [vou participar da campanha de Serra]. No que ele precisar de mim. Entrei no PSDB em lealdade ao Serra, que me deu o comando da Rota quando ninguém acreditava em mim”, afirmou.

redebrasilatual

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627