Entidades de direitos humanos solicitam delegado especial e promotor para apurar morte de policial civil

Publicado em quarta-feira, abril 3, 2013 ·

 

NOTAVárias entidades ligadas aos direitos humanos, na Paraíba, divulgaram nota solicitando que seja designado pela Secretaria de Segurança e Defesa Social, um delegado especial para presidir o Inquérito Policial,e que a Procuradoria Geral de Justiça do estado designe um Promotor de Justiça para acompanhar as investigações sobre o assassinato do policial civil Sérgio de Sousa Azevedo. Na nota as entidades também apresentam “votos de pesar para a família e amigos da vítima, pois não defendemos nem compactuamos com qualquer tipo de violência”.

Na nota as entidades estão requerendo que o assassinato da vítima Sérgio de Sousa Azevedo, bem como os motivos de sua morte sejam elucidados. As entidades enfatizam que “é necessário não somente prender os executores, mas chegar aos possíveis mandantes”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A divulgação assinada pelo Conselho Estadual de Direitos Humanos do Estado da Paraíba,Comissão de Direitos Humanos da UFPB,Centro de Referência da UFPB,Centro de Defesa dos Direitos Humanos Dom Oscar Romero,DIGNITATIS,Movimento Nacional de Direitos Humanos – MNDH-PB,Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da UFPB,Ouvidoria de Polícia do Estado da Paraíba e a Pastoral Carcerária diz ainda que “ é preciso apurar a invasão ocorrida na residência da vítima Sérgio de Sousa Azevedo, na madrugada do dia, 27 de março de 2013”.

 

Leia abaixo, na íntegra, a nota divulgada pelas entidades:

As entidades de Direitos Humanos signatárias da presente nota, considerando o assassinato do agente de investigação da Polícia Civil Sérgio de Sousa Azevedo, ocorrido no dia 25 de março de 2013, em frente a churrascaria Opção na cidade de Bayeux, vêm perante a sociedade paraibana:

 

1 – Apresentar votos de pesar para a família e amigos da vítima, pois não defendemos nem compactuamos com qualquer tipo de violência.

 

2 – Requerer que o assassinato da vítima Sérgio de Sousa Azevedo, bem como os motivos de sua morte sejam elucidados, sendo necessário não somente prender os executores, mas chegar a possíveis mandantes.

 

3 – Igualmente se faz necessário apurar a invasão ocorrida na residência da vítima Sérgio de Sousa Azevedo, ocorrida na madrugada de hoje, 27 de março de 2013.

 

4 – Para tanto, solicitamos que seja designado pela Secretaria de Segurança e Defesa Social um Delegado Especial para presidir o Inquérito Policial, bem como que a Procuradoria Geral de Justiça designe um Promotor de Justiça para acompanhar as investigações.

 

João Pessoa, 28 de março de 2013.

Conselho Estadual de Direitos Humanos do Estado da Paraíba,Comissão de Direitos Humanos da UFPB,Centro de Referência da UFPB,Centro de Defesa dos Direitos Humanos Dom Oscar Romero,DIGNITATIS,Movimento Nacional de Direitos Humanos – MNDH-PB,Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da UFPB,Ouvidoria de Polícia do Estado da Paraíba,Pastoral Carcerária.

Entidades para o Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627