Em jogão com duas viradas e golaço, Inglaterra elimina a Suécia do Grupo D

Publicado em sexta-feira, junho 15, 2012 ·

Em um jogão com duas viradas no placar em Kiev, a Inglaterra bateu a Suécia de forma heroica nesta sexta-feira por 3 a 2 e, de quebra, ganhou importantes três pontos na briga por uma vaga do Grupo D nas quartas de final da Eurocopa. Walcott deu nova cara à seleção inglesa no segundo tempo, fez o segundo gol e ainda fez o cruzamento para Welbeck marcar de calcanhar e garantir a vitória. O time de Ibrahimovic está eliminado do torneio.

Com o triunfo, a Inglaterra chegou aos quatro pontos e colou novamente na França, que também tem quatro e leva vantagem no saldo de gols (2 a 1). Sem ter somado pontos ainda, a Suécia vai para casa mais cedo e apenas cumpre tabela na última rodada. Outra integrante da chave, a Ucrânia tem três e segue viva na briga por uma vaga nas quartas.

O último compromisso da Inglaterra nesta primeira fase será contra a anfitriã Ucrânia, na próxima terça, em Donetsk. No mesmo dia, a Suécia encara a França novamente na capital Kiev. As partidas terão transmissão ao vivo do GLOBOESPORTE.COM, SporTV.com e do SporTV a partir das 15h45 (horário de Brasília).

O primeiro gol em Kiev foi de Carroll, aos 23 minutos, para a Inglaterra. Na etapa final, Johnson (contra, aos 4) e Melberg (aos 14) viraram para a Suécia. Mas, Walcott, aos 19, e  Welbec, aos 28, deram a vitória por 3 a 2 para a seleção treinada por Roy Hodgson.

Wellbeck conclui cruzamento de calcanhar, dentro da pequena área: golaço da vitória (Foto: Agência AFP)

Jogo movimentado

Ainda sem Rooney, que – suspenso – só vai estrear na Euro diante da Ucrânia, o técnico Roy Hodgson escolheu Welbeck e Carrol para formar a dupla de ataque. Um indício que os ingleses sairiam com tudo para cima dos suecos, já que Welbeck estivera solitário na linha de frente contra a França. E logo no início da partida, Parker avisou que a Inglaterra viria com ambições maiores ao obrigar Isaksson a fazer bela defesa em chute de longa distância.

A Inglaterra assustou novamente aos 15, quando Milner mandou de cabeça para fora. Passados mais oito minutos, porém, não teve jeito. Em nova jogada aérea, Gerrard , próximo à linha lateral, mandou um cruzamento primoroso. A bola encontrou o grandalhão Carrol, que no alto de seu 1,91 metro pulou entre a dupla de zaga sueca para cabecear com muita força para o fundo do barbante. Era a Inglaterra abrindo o placar em Kiev.

Do lado amarelo e azul, coube a Ibrahimovic ser a referência. O sueco corria até o campo de defesa para marcar, buscava armar as jogadas a partir da intermediária e, como se não bastasse, ainda finalizava. O mais difícil, porém, estava acertar a jogada, já que o atacante do Milan errava muitos passes e, apesar da participação, era pouco efetivo.

Após nova tentativa frustrada de Ibrahimovic, Ashley Young, no outro lado, teve liberdade para invadir a área sueca e tentou acertar o canto direito de Isaksson. A bola até parou na rede, mas só que pelo lado externo do barbante. Em seguida, Kallstrom teve seu momento de Ibra e arriscou de fora da área, mas, assim como o companheiro, errou o alvo.

Logo após a volta do intervalo, uma ducha de água fria na Inglaterra. Ibrahimovic, sempre ele, cobrou falta na barreira e ficou com a sobra. O atacante do Milan tentou de primeira, de forma lascada na bola, que chegou limpa aos pés de Mellberg. O experiente zagueiro de 34 anos dominou e mandou para o gol. Antes de cruzar a linha, a bola ainda rasparia nas mãos de Hart, desviaria em Johnson até bater na trave e morrer no fundo do gol. Era o empate sueco.

Ibrahimovic na derrota da Suécia para a Inglaterra (Foto: AFP)Ibrahimovic lamenta a derrota: Suécia eliminada
da Eurocopa ainda na primeira fase (Foto: AFP)

Os minutos no vestiário, definitivamente, fizeram bem aos suecos. O mesmo não se pode dizer dos ingleses, que voltaram do intervalo acuados. E a pressão escandinava resultou em novo gol aos 14. Mellberg, novamente ele, apareceu na área após cruzamento de Larsson e virou a partida para a Suécia. Se antes a Uefa informou que Johnson havia marcado contra, desta vez não houve dúvida de que o gol foi anotado pelo defensor sueco.

A reação inglesa não demorou muito a acontecer. Aos 17, Terry mandou uma cabeçada firme da pequena área, obrigando Isaksson a fazer excelente defesa. No minutos seguinte, o goleiro sueco perdeu todo o crédito do lance anterior ao aceitar o chute de longe de Walcott, que havia acabado de entrar no lugar de Milner. A falha do arqueiro deixou o placar novamente igual em Kiev: 2 a 2.

A partida ficou sensacional, com a Suécia criando as melhores chances. Primeiro, a finalização de Kallstrom assutou. Em seguida, Ibra arriscou, mas perdeu. Mas, como diz o ditado, quem não faz leva. E a Inglaterra retomou a dianteira do placar aos 32. Walcott foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para o meio. Welbeck penetrou entre a defesa sueca e, de calcanhar, anotou um golaço.

A Suécia tentou ainda partir para cima, mas de forma ineficaz. Na realidade, a Inglaterra esteve até mais próxima de ampliar com Gerrard, mas Isaksson evitou o quarto gol inglês de forma espetacular.

globoesporte

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627