Em ascensão, Flu bate Cruzeiro fora e encosta no G-4

Publicado em quinta-feira, setembro 8, 2011 ·

fluJogando em Uberlândia, o Fluminense conseguiu a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro e já pode começar a sonhar com uma vaga na Libertadores do próximo ano. Após vencer Cruzeiro por 2 a 1, o time tricolor alcançou a sexta colocação no torneio, com 34 pontos, e fica próximo do Flamengo, que ainda joga no complemento da rodada e no momento conseguiria se classificar para o torneio continental com 36 pontos.

Os cruzeirenses, tidos como um dos melhores elencos do país, seguem decepcionando na competição e terminam a noite na 12ª colocação, com 28 pontos, mais próximos da metade de baixo da tabela do que do G-4.

Ex-jogador do Cruzeiro, Fred voltou a marcar contra o clube e não quis comemorar. Marquinho ampliou para os cariocas e Montillo descontou para a equipe da casa. Em outro lance de destaque da partida, o goleiro Fábio se chocou com o lateral Carlinhos e deixou o campo sentindo tontura, mas caminhando normalmente.

Na próxima rodada, os dois times terão paulistas pelo caminho: enquanto o Fluminense recebe o Corinthians, no Rio; o Cruzeiro mede forças com o Santos, fora de casa.

No meio da semana, Abel Braga recusou uma proposta milionária dos Emirados Árabes Unidos, reforçando o carinho que sente pelo Fluminense e a confiança no trabalho, que, após sofrer críticas, voltou a ser elogiado depois de vitórias contra o São Paulo, no Morumbi, e uma heróica virada diante do Atlético-GO (o Flu perdia por 2 a 0 e conquistou e marcou três gols no final).

Já o Cruzeiro vinha de um importante empate fora de casa com o Palmeiras, no primeiro jogo sob o comando de Emerson Ávilla, substituto do demitido Joel Santana. Para o duelo diante do clube tricolor carioca, os mineiros contaram com o retorno de Fábio, a serviço da Seleção Brasileira no amistoso contra Gana, e do volante Fabrício, voltando de suspensão automática.

Sofrendo com contusões de importantes jogadores, o Flu segue sem poder contar com os volantes Valência e Diguinho, do meia Deco e dos atacante Araújo – todos no Departamento Médico -. Edinho, que recebeu o terceiro amarelo contra o Atlético-GO, foi outro desfalque.

O jogo

A partida começou truncada, com muita marcação no meio-de-campo e poucos lances de efeito. Aos 12min, o argentino Lanzini levanta bola na área e Leandro Euzébio, sozinho, e cabeceou à esquerda do gol, perdendo ótima chance de marcar para os visitantes.

O Cruzeiro respondeu aos 26min: Charles foi acionado na meia esquerda, fintou o marcador e finalizou forte. A bola desviou em Gum e saiu à direita do alvo.

As duas equipes enfrentavam dificuldades para armar jogadas em um primeiro tempo pífio. Em um pênalti polêmico, saiu o único gol do etapa inicial: Léo teria puxado Fred na área, derrubando o atacante do clube carioca. Na cobrança, o próprio camisa 9 abriu o placar e, a exemplo do que fez em outras oportunidades, não comemorou por respeito ao Cruzeiro, um dos seus ex-clubes.

Já aos 39min, o mesmo Fred fez belo passe para Ciro que não teve espaço para dominar na área graças a uma rápida intervenção de Fábio. O Cruzeiro não atravessava um momento inspirado, o que ficou claro em uma falta cobrada de forma bisonha por Montillo pouco antes do intervalo.

Para o segundo tempo, Emerson Ávilla promoveu duas alterações com o intuito de acabar com a apatia mineira. Entraram Élber e Roger nas vagas de Gabriel e Anselmo Ramon.

Apesar de voltar mais ofensivo, o Cruzeiro errava no último passe e o Fluminense seguia cricando as melhores chances.

Aos 11min, Ciro foi acionado na ponta esquerda e cruzou rasteiro. Fábio chegou antes para afastar o perigo, mas se chocou com Carlinhos antes de fazer a defesa. O goleiro cruzeirense ficou tonto depois do lance e teve que ser substutuído por Rafael, dez minutos depois.

Ainda com Fábio em campo, o Flu ampliou: aos 17min, Mariano cruzou da direita, Marquinho apareceu por trás da zaga e desviou no canto esquerdo. A bola bateu na trave antes de entrar.

Perdido em campo, o Cruzeiro não dava mostras de reação. Apenas um jogador diferenciado poderia mudar o panorama do jogo, e foi aí que Montillo apareceu: aos 27min, o argentino dominou na entrada da área, se livrou do marcador e chutou no canto direito, diminuindo para a equipe celeste.

O gol deu ânimo aos cruzeirenses, que se lançaram ao ataque e criaram boas chances de empatar até o final. Coube ao Flu recuar e segurar a vitória.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 1 x 2 Fluminense

Gols

Cruzeiro:
Montillo, aos 24min do segundo tempo

Fluminense:
Fred, aos 34min do primeiro tempo e Marquinho, aos 17min do segundo tempo

Cruzeiro: Fábio (Rafael); Marquinhos Paraná, Naldo, Léo e Gabriel Araújo (Élber); Fabrício, Charles, Leandro Guerreiro e Montillo; Anselmo Ramon (Roger) e Keirrison
Técnico: Emerson Ávila

Fluminensee: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diogo, Rodrigo, Marquinho e Lanzini (Digão); Ciro (Rafael Sóbis) e Fred (Rafael Moura)
Técnico: Abel Braga

Cartões amarelos
Cruzeiro: Marquinhos Paraná
Fluminense: Marquinho

Árbitro
Guilherme de Lima (SP)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br