Eleições nas Câmaras Municipais terminam em brigas e PM usa até gás para conter tumultos

Publicado em quarta-feira, janeiro 2, 2013 ·

Reprodução/Diário do Sertão

As eleições para mesa diretora das Câmaras Municipais terminaram em confusão em pelo menos cinco cidades da Paraíba nessa terça-feira (1º). Em Pocinhos (na região do Agreste paraibano) e em Patos (no Sertão), a Polícia Militar foi acionada para dispersar a confusão. Em Juareizinho (no Seridó paraibano), os policiais precisaram usar gás lacrimogêneo para conter o tumulto.

Na cidade de Alhandra (na região do Litoral Sul), o livro de atas da Câmara de Vereadores teria sido foi furtado. Seu sumiço foi registrado na delegacia da cidade um boletim de ocorrência. Em São José de Piranhas (no Alto Sertã) a sessão para escolha da mesa diretora foi marcada por ‘pancadaria’.

Em Juazeirinho, a confusão teria sido causada por opositores a ‘Josa do PT’, eleito para presidente da Câmara Municipal. Insatisfeitos, eles teriam começado com as agressões. A PM foi acionada e precisou usar gás lacrimogênico.

O tumulto também marcou a posse dos vereadores eleitos em Pocinhos. O vereador que votou na oposição para escolha do novo presidente da Câmara precisou ser escoltado pela Polícia Militar após sofrer ameaças.

Já em Patos foi registrado o sumiço de dois computadores. A Câmara de Vereadores estava portas fechadas. Foi o bastante para motivar o atrito. A Polícia Militar foi acionada e somente após uma hora de negociação um dos departamentos da Câmara foi liberado.

Na cidade de Alhandra o sumiço do livro de atas da Câmara Municipal motivou uma confusão entre alguns vereadores. O vereador Beto Januário, teria se revoltado com o impedimento da posse a três vereadores que estavam em situação em irregular –  pela não apresentação de documentos em tempo hábil – e por não poder dar continuidade a sessão de posse aos novos parlamentares e ao prefeito Marcelo Rodrigues (PMDB). Ele foi acusado ter sumido com o livro de ata da Câmara. O sumiço foi registrado na delegacia pelo vereador Edielson Nunes, eleito presidente da mesa da Câmara.

Já no município de São José de Piranhas, um ‘bate boca’ tomou conta da solenidade de posse dos novos vereadores e do novo prefeito Bonaldo Dias (PMDB). Acontece que o vereador da base oposicionista Francisco Mylano Lima de Araújo (PP), usou a tribuna para discursar e desferiu críticas ao governo do então prefeito Domingos Neto (PMDB).

Presente na sessão, Domingos pediu a palavra para rebater a declaração. O microfone do ex-gestor precisou ser desligado, momento em que começou a confusão. Por fim, a sessão foi encerrada pelo novo presidente da Câmara, vereador Judivan de Lima (PTB) após a chegada da polícia.

Jornal Correio da Paraíba

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627