Dois meses de greve: professores da UFPB fazem assembleia e calendário pode ser modificado

Publicado em terça-feira, julho 17, 2012 ·

Os professores da Universidade Federal da Paraíba, que estão em greve há sessenta dias, vão realizar uma assembleia na próxima quinta-feira (19) no Auditório da Reitoria da instituição, ás 9h. O tema central da discussão será a proposta de negociação apresentada pelo Governo Federal na última sexta-feira (13). Já os servidores técnico-administrativos da Universidade não receberam qualquer proposta do Governo Federal.

Os grevistas vão avaliar as condições que o Governo Federal propôs que prevê a alteração no plano de carreira para 2013 e um reajuste nos salários que pode chegar a 45,1%. Em nota divulgada pelo comando nacional de greve dos professores junto com a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes) não acataram a oferta feita por parte do Governo Federal, eles compreenderam que a paralisação tem que ser intensificadas para manter a negociação.

As universidades vão esperar que a paralisação chegue ao fim para reorganizar o calendário de aulas como também as mudanças. No entanto acredita-se que o período 2012.2 poderá ser prolongado até o inicio do próximo ano. Segundo a assessoria de imprensa da UFPB, a instituição possui 42 mil alunos distribuídos nos campi de João Pessoa, Areia, Bananeira, Rio Tinto e Mamanguape.

Já a Universidade Federal de Campina Grande conta com 20 mil alunos. No total são 62 mil alunos sem aulas nas duas instituições. As principais reivindicações é a reestruturação do plano de carreira. Os professores exigem também que as gratificações sejam incorporadas ao salário.

Paraíba.com.br

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627