Desespero em Taperoá: Sem receber salário, funcionários se revoltam e protestam na Prefeitura

Publicado em quarta-feira, junho 20, 2012 ·

A um dia da abertura da festa de São João de Taperoá, cerca de 30 funcionários contratados pelo governo municipal ficaram revoltados na manhã desta quarta-feira, 20, por estarem desde o começo do mês tentando receber salário e a Administração municipal não paga.

Desesperados com a situação, eles foram até a sede do governo, localizada na avenida Epitácio Pessoa, centro da cidade, para tentar obter respostas do porquê de não estarem recebendo o dinheiro que já deveria ter sido depositado nas contas bancárias.
No local, foram avisados pelas recepcionistas, uma delas é a esposa do vereador Antônio Filho, Mauricélia Martins de Farias, de que o secretário de Finanças, Osmano Araújo, não poderia atendê-los, o que desencadeou em mais indignação ainda.
Mauricélia e a colega foram orientadas a anotarem os números dos aparelhos celulares dos contratados para assim que tiverem novidades sobre pagamentos realizar o repasse das informações através de ligações telefônicas.
Bastante nervosa, uma servidora acabou desabafando com Maura, como é conhecida a mulher do parlamentar, de que por não ter recebido pagamento fez empréstimo a juros e não sabe mais o que fazer para quitar a dívida.
Desde o dia 5 de junho que os trabalhadores tentam receber salário. Foram ao banco no dia 10 e nada. Souberam que haveria pagamento na segunda-feira, 18, depois na terça-feira, 19, e na manhã de hoje mais uma vez voltaram para suas casas sem nenhuma nota no bolso.
A Prefeitura também não teria feito o pagamento de outros profissionais, como do protético que atuava na âncora do PSF do bairro São Francisco, que por está, segundo denúncia de uma sobrinha de uma paciente, postada na rede social Facebook, há cerca de quatro meses sem receber vencimentos do governo, decidiu parar as atividades e ir embora.
Quem teriam parados pelo mesmo motivo com os serviços foram os pedreiros e serventes que estavam construindo o prédio onde vai funcionar, não se sabe quando ainda, o PSF do bairro São José. A informação foi repassada por moradores da rua onde a obra está sendo erguida.
A reportagem entrou em contato com a secretária do gabinete do prefeito Deoclécio Moura Filho, Amara Firmino, que negou que tivesse havido manifestação.
De acordo, ainda, com Amara, não há atraso no pagamento dos servidores temporários e que o salário deles foi pago no dia primeiro de junho.
“Se você visualizar no Sagres verá que todos os servidores contratados já receberam seus salários no dia 1 de junho. Não há salários atrasados, isso é balela, intriga da oposição, gente desocupada”, acusou Amara, que mencionou que as pessoas que apareceram na sede da Prefeitura foi para fazer cadastro na secretaria de Agricultura.
Sobre a falta de pagamento ao protético do PSF do bairro São Francisco e aos construtores do prédio do PSF do bairro São José, a secretária de Deoclécio Moura disse que desconhece o assunto, e que o ‘prefeitão’ paga em dia, finalizando a conversa do mesmo modo que o gestor aparece na foto acima.

 Expressões do Cariri

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627