Deputado suspeita de manipulação e caixa dois e quer CPI para investigar pesquisas eleitorais na PB

Publicado em terça-feira, outubro 2, 2012 ·

O deputado Tião Gomes, presidente do PSL na Paraíba, suspeita que institutos estariam manipulando resultados de pesquisas para favorecer determinadas candidaturas e também do uso de caixa dois na campanha para custeá-las, devido aos altos valores cobrados pelos responsáveis.

Tião vai acionar o Ministério Público e a Receita Federal para investigar denúncias contra institutos de pesquisas em todos os municípios e quer a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembléia Legislativa para o mesmo trabalho.

Segundo o parlamentar, as divergências entre resultados é o principal indício de fraude nas pesquisas, além do preço cobrado pelos institutos para realizar o trabalho e publicar o resultado. “Em Sousa, por exemplo, teve uma pesquisa que Lindolfo Pires com 8% á frente e, em outra, André Gadelha estava com 2% de vantagem. Quem está com a razão? Por que a divergências nos números? Temos que buscar respostas”, afirmou Gomes.

O próprio deputado foi surpreendido com pesquisas publicadas sobre a preferência do eleitorado em Solânea e Bananeiras, onde está certo da vitória de seus candidatos. “Me ofereceram as pesquisas por R$ 25 mil, cada. Não aceitei porque achei muito caro. No outro dia, o mesmo instituto publicou resultados totalmente diferentes, favorecendo meus adversários”, contou.

Além do valor absurdo, Tião estranhou o número de indecisos em cada pesquisa. Em Solânea, 25% não tinha candidato e, em Bananeiras, outros 17%. “Isso é um absurdo, faltando poucos dias para as eleições. Por isso, queremos uma investigação ampla para acabar com essa máfia que só favorece a quem lhe paga. Somente a Receita Federal, o Ministério Público e a Assembléia, através de uma CPI, podem acabar com essa fraude contra o eleitor paraibano”, sustentou Gomes.

Assessoria

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627