Depois do bafômetro, enquete indaga sobre alternativa de punição para motoristas alcoolizados

Publicado em sexta-feira, dezembro 2, 2011 ·

acidentes_com_motosO FOCANDO A NOTÍCIA perguntou aos internautas se a obrigatoriedade do uso do bafômetro ajudaria a diminuir o índice de mortes provocadas por motoristas embriagados. O resultado computado, no universo de 191 votantes, foi o seguinte: 170 assinalaram que sim (89%); 21 disseram que não (11%).

Dados apresentados pelo jornalista Gilberto Dimenstein, 54, integra o Conselho Editorial da Folha de São Paulo, mostram que o primeiro semestre deste ano aumentou em 40% o número de acidentes fatais no trânsito em relação ao mesmo período de 2010. Os registros policiais revelam que os motoristas estavam alcoolizados ou em alta velocidade.

Segundo o jornalista, podemos condenar a publicidade de bebida ou anúncios que valorizam a velocidade dos carros; falar dos jovens que não têm limite em casa e extrapolam a irresponsabilidade para as ruas, mas a verdade simples, prossegue, é que tantas mortes só ocorrem por causa da sensação da impunidade. “Simples assim. Se houvesse mais fiscalização e detenções, haveria menos gente colocando a vida dos outros em risco”.

Diante desta realidade, o FOCANDO A NOTÍCIA decidiu dar continuidade a esta discussão transformando uma sugestão de Gilberto Dimenstein numa enquete.

Portanto, a partir desta sexta-feira (2) participe dando a sua opinião de ‘sim’ ou ‘não’.

A pessoa flagrada dirigindo embriagada deveria, como pena alternativa, ser mandada pelo juiz para trabalhar de recepcionista em prontos-socorros públicos para ver o que significa alguém quebrado?

Redação/Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627