Delegado do ‘caso Rebecca’ diz que pistas falsas atrasam investigações; Inquérito tem 350 páginas

Publicado em sexta-feira, setembro 9, 2011 ·

rebecAO delegado encarregado do caso, Pedro Ivo, explicou nesta sexta (9), no programa Cidade em Ação da TV Arapuan, que as investigações continuam e que o inquérito já tem 350 páginas e mais de 30 oitivas. Ele ressaltou que em conjunto com o Dr. Marcos Paulo eles designaram agentes específicos para fazer as investigações.

Ivo explicou que muito tempo foi perdido, pois a polícia recebe informações que não batem com a realidade, mas que é preciso verificar a procedência ou não das denúncias. “Estamos filtrando essas informações para afunilarmos essa investigação”, conta.

De acordo com o delegado, foi constatado pela perícia criminal que quem matou Rebecca sabia conduzir uma arma. “Foi apenas um disparo fatal na região da nuca”, explica. O delegado destacou que trata-se de uma questão de honra para a polícia civil e garantiu que a autoria do crime será revelada à sociedade.

O delegado informou que as investigações são lentas, pois “não adianta ter precipitação” e destacou que não existe apenas o caso Rebecca pendente. “estamos trabalhando com técnica e perícia e não temos que correr contra o tempo”, alega.

Marília Domingues com Vinícius Henrique

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br