De cabeça, Danilinho supera gigante, e Atlético-MG vence o Corinthians

Publicado em segunda-feira, Maio 28, 2012 ·

Danilinho teve um domingo de Davi contra Golias no estádio Independência. Em um jogo amarrado e de muitos erros, o baixinho de 1,67m conseguiu algo que parecia, no mínimo, improvável. Com um gol de cabeça e de cobertura no segundo tempo, o atacante venceu o gigante Cássio, de 1,95m, para dar ao Atlético-MG a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado confirma o bom momento do Galo na temporada. Depois de conquistar o estadual sem ser derrotada, a equipe dirigida pelo técnico Cuca começa o nacional com duas vitórias e seis pontos, ficando em terceiro na tabela, atrás de Botafogo e Vasco pelos critérios de desempate. De quebra, continua invicta na “nova casa”, emprestada pelo América-MG: são agora três vitórias e um

Já o início corintiano é oposto. Com a cabeça no mata-mata da Taça Libertadores, o atual campeão do Brasileirão começa acumulando tropeços e sem sequer somar ponto – perdeu para o Fluminense na estreia, em São Paulo, e está na vice-lanterna.

Em virtude dos próximos amistosos da Seleção, o Campeonato Brasileiro só voltará a ter rodada em 6 de junho. O Atlético-MG enfrenta o Bahia, às 20h30m, novamente no estádio Independência. Já o Corinthians atua no dia seguinte, contra o Figueirense, às 20h30m, no Pacaembu.

ralf corinthians andré atlético-MG brasileirão 2012 (Foto: Célio Messias / Agência Estado)Ralf, do Corinthians, disputa com André, do Atlético-MG (Foto: Célio Messias / Agência Estado)

Erros, erros, erros…

O futebol de Atlético-MG e Corinthians esteve longe de condizer com o bom momento que vivem na temporada. Com esquemas táticos muito semelhantes, o campeão mineiro invicto e o classificado para as semifinais da Taça Libertadores erraram passes em demasia e quase não criaram boas jogadas de ataque. Quando as oportunidades apareceram, faltaram capricho e qualidade. Nada mais justo que um primeiro tempo sem gols.

Os mineiros tiveram muitos problemas na criação. Aposta de Cuca para comandar o setor, o veterano Mancini esteve em uma tarde de pouca inspiração. Lento, não soube aproveitar a velocidade de Danilinho e Bernard, foi facilmente marcado e irritou a torcida. Para piorar, ainda perdeu a melhor chance da equipe da casa ao tabelar com André na entrada da área e chutar fraco pela linha de fundo.

Do outro lado, o desempenho também não foi dos melhores, mesmo com a volta de um centroavante de ofício. Nos poucos momentos de destaque, Elton mostrou que ainda não é o tão sonhado goleador. Após boa troca de passes, Alex cruzou da esquerda, e o grandalhão, livre na pequena área, perdeu chance incrível cabeceando para fora. Danilo também rendeu muito abaixo do que vem atuando em 2012, deixando o Timão concentrado pelo lado esquerdo.

A pequena melhora do Corinthians depois dos 30 minutos quase foi suficiente para terminar a primeira etapa em vantagem. Elton diminuiu um pouco a lambança do gol perdido ao ajeitar bela bola de cabeça para Willian na entrada da área. O atacante surgiu em velocidade bateu no canto esquerdo, mas parou em grande defesa do goleiro Giovanni.

Galo marca, e Timão reclama

Insatisfeito com o rendimento do Galo, o técnico Cuca tentou dar mais velocidade ao Atlético-MG. Saíram Mancini e Dudu Cearense para as entradas do estreante Junior Cesar e do argentino Escudero. O primeiro susto, porém, foi o Galo quem levou. Em cobrança de falta ensaiada de Chicão, Danilo desviou de cabeça para o meio da área, e Elton não chegou a tempo de completar para a rede.

Em um ritmo mais cadenciado, o Corinthians passou a controlar a partida. Aos 18 minutos, quase abriu o placar em um lance polêmico. Willian recebeu de Alex pelo lado esquerdo da área e soltou a bomba. A bola passou por Giovanni, mas, antes de entrar, encontrou o zagueiro Rafael Marques e foi pela linha de fundo. Os paulistas reclamaram de um toque de mão não marcado pela arbitragem.

O baixinho Danilinho marcou de cabeça (Foto: Pedro Vilela / Agência Estado)

No minuto seguinte, o Atlético-MG foi fatal na resposta. Em ótimo lançamento, o zagueiro Réver encontrou o baixinho Danilinho na área. De cabeça, o atacante tirou do alcance de Cássio e, de cobertura, fez o Independência explodir em preto e branco pela primeira vez no Campeonato Brasileiro.

Aos 24, André aproveitou rebote do goleiro do Timão após chute de Bernard, mas o gol foi anulado corretamente pelo árbitro sob a alegação de impedimento.

Tite arriscou tudo com as entradas de Douglas e Liedson para tentar mudar o comportamento ofensivo do Corinthians. A desvantagem fez o Timão se arriscar mais. Douglas perdeu boa oportunidade ao cabecear para fora um cruzamento certeiro de Fábio Santos. O lateral, aliás, seria expulso pouco depois ao reclamar de uma falta e receber o segundo cartão amarelo. No entanto, logo em seguida André também recebeu o vermelho por chutar a bola para longe em uma reclamação – o atacante já tinha amarelo.

Nos minutos finais, o Corinthians ainda tentou pressionar, mas não teve força ofensiva para estragar a festa dos mais de 13 mil atleticanos presentes na nova casa.

globoesporte

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627