Cúpula dos Povos, no Rio de Janeiro, vai reunir a mídia livre, por uma outra comunicação

Publicado em sexta-feira, Maio 4, 2012 ·

Centenas de representantes das mídias livres estão se preparando para ir ao Rio de Janeiro, em junho de 2012, para ajudar a fazer a Cúpulados Povos da Rio+20, evento paralelo à Conferência da ONU sobredesenvolvimento sustentável. Trabalharão para difundir a voz dos povosreunidos na Cúpula, que em vez de falar em manejo do meio ambiente pelo poder econômico, falarão em caminhos para a justiça ambiental e social. Essas mídias terão uma agenda própria dentro da Cúpula, ondese encontrarão para realizar o II Fórum Mundial de Mídia Livre, alémde cobrir as atividades e os temas da Rio+20.

O que são as mídias livres?
Comprometidas com a luta pelo conhecimento livre e por alternativasaos modelos de comunicação monopolizados ou controlados pelo podereconômico, as mídias livres são aquelas que servem às comunidades, àslutas sociais, à cultura e à diversidade. Praticam licenças favoráveisao uso coletivo e não são negócios de corporações. Compartilham edefendem o bem comum e a liberdade de expressão para todo mundo e nãoapenas para as empresas que dominam o setor. Entendem a comunicaçãocomo um direito humano e, por isso, querem mudar a comunicação nomundo.

Quem é a mídia livre?
São sites ativistas e publicações populares, rádios e TVs comunitárias, pontos de cultura (no Brasil) e muitos coletivos atuantes nas redes sociais. Também são as agências, revistas e emissoras alternativas, sem finalidade de lucro, especializadas ou voltadas a trabalhar com as pautas propostas pelos movimentos sociais, sindicais, acadêmicos ou culturais. Dentro ou fora desses espaços, também são mídia livre as pessoas – jornalistas, comunicadoras(es) e educomunicadoras(es), blogueiras(os), fazedoras(es) de vídeo, oficineiras(os) e desenvolvedores(as) de tecnologias livres que hoje constituem um movimento crescente pelo direito à comunicação.

O II Fórum Mundial de Mídia Livre
Depois de três fóruns no Brasil (Rio de Janeiro 2008, Vitória 2009 e Porto Alegre 2012), dois encontros preparatórios no Norte da África(Marrakesh 2011 e Tunis 2012), uma edição mundial (Belém 2009) e uma Assembleia de Convergência no Fórum Social Mundial (Dacar,2011), a mídia livre vai aos poucos construindo suas agendas, regionais e global, que terão um avanço importante no Rio de Janeiro, com a segunda edição mundial.

O II Fórum Mundial de Mídia Livre se organizará através de painéis, desconferências (debates livres), oficinas e plenárias previstos para o Rio de Janeiro. Os formatos estão abertos.

As atividades serão inscritas e organizadas pelos próprios coletivos e organizações interessadas em promovê-las, dentro de um programa construído coletivamente e orientado por eixos que apontam para a relação entres as mídias livres e o direito à comunicação, as políticas públicas, a apropriação tecnológica e os movimentos sociais.

II Fórum de Mídia Livre
Quando: 16 e 17 de junho de 2012
Onde: Rio de Janeiro, RJ – Brasil, no contexto da Cúpula dos Povos na Rio+20
Locais das atividades: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, campus da Praia Vermelha), com a programação central, debates, oficinas e plenária

Cúpula dos Povos: 15 a 23 de junho
Aterro do Flamengo: coberturas compartilhadas, Laboratório de Comunicação Compartilhada, Fóruns de Radio e
TV, oficinas, Assembleia de Convergência sobreMercantilização da Vida e Bens Comuns.

Sites
www.forumdemidialivre.org
www.freemediaforum.org

Adital

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627