Cunha é preso e abre caminho para prisão de Lula

Publicado em quarta-feira, outubro 19, 2016 ·

Wilson Dias/Agência Brasil
Wilson Dias/Agência Brasil

A prisão do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje pela Polícia Federal, por ordem do juiz Sérgio Moro, abre caminho para a Justiça pegar o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Analistas políticos avaliam que a prisão do ex-presidente, por ordem do “comandante” da Operação Lava Jato, é apenas questão de tempo. O ex-presidente está cada vez mais implicado em denúncias de corrupção no período em que ele ocupou o Palácio do Planalto.

O ex-todo poderoso Eduardo Cunha, carrasco da ex-presidente Dilma Rousseff, no processo de impeachment, foi preso em Brasília nesta quarta (19). A previsão da Polícia Federal (PF) é de que ele chegue a Curitiba no fim da tarde de hoje.

O peemedebista perdeu o mandato de deputado federal em setembro, após ser cassado pelo plenário da Câmara. Com isso, ele perdeu o foro privilegiado, que é o direito de ser processado e julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).

Além disso, caso ele aceita a proposta delação premiada, outros parlamentares devem ser apontados pelo peemedebista por práticas ilícitas. Antes de ser cassado, Eduardo Cunha deu vários recados para os seus ex-aliados.

Prisão

O deputado federal cassado Eduardo Cunha (PMDB) foi preso, por volta da 13h20 desta quarta-feira (19), pela operação Lava Jato. De acordo com a Polícia Federal, a prisão aconteceu próximo à casa dele em Brasília.

O pedido de prisão preventiva do ex-presidente da Câmara foi feito pelo MPF (Ministério Público Federal) e aceito pelo juiz Sérgio Moro. Ele deve ser levado para a sede da Polícia Federal de Curitiba ainda nesta quarta-feira.

Cunha se tornou réu na Lava Jato em primeira instância pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas pela manutenção de contas secretas na Suíça que teriam recebido propina no esquema na Petrobras.
R7

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627