Crise econômica não vai abalar os concursos públicos

Publicado em domingo, Janeiro 11, 2015 ·

concurso-publicoNão é preciso ser economista, analista financeiro ou especialista em finanças públicas para entender que 2015 será de muitas dificuldades para os brasileiros. Agora que o governo petista resolveu abrir o jogo, depois de reeleito, encaramos a dura realidade, com o anúncio de que vem por aí um pacote de arrocho como havia muitos anos o país não enfrentava. A grande ironia é que Dilma porá em prática exatamente as medidas que acusava de constar nos planos do adversário na disputa pela Presidência da República, Aécio Neves.

Apesar disso, há boas notícias para o mundo dos concursos, como destacou, na manchete de primeira página, o jornal Correio Braziliense da última segunda-feira, 5 de janeiro: 20 grandes concursos são esperados para este ano. É uma notícia pra lá de animadora, que vem na hora certa para animar os concurseiros e retirá-los daquela preguiça típica de início de ano – e que, se bobear, dura o mês todo. Por isso, vou me ocupar desse assunto e mostrar, com base nos dados apresentados pelo Correio, quais são as oportunidades que o ano novo traz para quem quer entrar no serviço público pela porta da frente.

Vamos por parte. Existem 20 mil postos federais vagos, segundo dados oficiais do Ministério do Planejamento, sem contar cargos que dependem de aprovação do Congresso Nacional para serem criados na administração federal. De início, devem ser publicados os editais de órgãos e entidades com maior defasagem de servidores, como MPU e INSS.

O concurso do INSS, sobre o qual já falei em outro artigo, deve atrair milhares de candidatos e ser um dos maiores do ano. Contemplará os níveis médio e superior de escolaridade e, além de analistas e técnicos de seguro social, deve abrir muitas vagas para médicos peritos, hoje uma grande carência da Previdência Social brasileira. Os salários iniciais são bastante atraentes, e os cálculos da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac) indicam um déficit de 19 mil servidores no INSS, considerando que 10 mil dos atualmente na ativa estão prestes a se aposentar. Mesmo que apenas metade dessas vagas sejam preenchidas pelo concurso, já será um grande atrativo para os concurseiros que desejarem um lugar no serviço público ainda em 2015.

Mas haverá muito mais oportunidades para quem se preparar com antecedência e estiver mesmo determinado a conquistar seu cargo público este ano, mesmo que não seja no governo federal. Ainda de acordo com as informações do Correio Braziliense, pelo menos 38 mil postos de trabalho estão abertos atualmente para concursos no governo federal, nos estados e no Distrito Federal, já computados aqueles 20 mil que mencionei. Por exemplo, a Petrobras oferece 45 vagas, com salários de até R$ 8,8 mil, e tem inscrições abertas até o dia 12 no portal da Cesgranrio, organizadora do concurso.

Se a opção for o Banco do Brasil, as inscrições continuam abertas este mês para 2.499 vagas de cadastro de reserva. Já a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) oferece 978 oportunidades para profissionais denível superior e médio, além da formação de cadastro de reserva. E os salários não são de jogar fora; muito pelo contrário. Afinal, quem não quer começar uma carreira na administração federal ganhando entre R$ 1,7 mil e R$ 8,2 mil? Se você que está lendo estas linhas agora está a fim, trate de se inscrever logo, porque o prazo termina no dia 19 de janeiro.

E tem mais: o Ministério da Previdência Social (não confunda com o concurso do INSS) também está com inscrições abertas até o fim do mês, para 40 vagas com remuneração de R$ 6,1 mil. É pegar ou largar. No levantamento feito pelo Correio, a relação dos concursos e vagas previstos para 2015, inclui, ainda, entre outros, vários ministérios, Câmara dos Deputados, Tribunal de Contas da União (TCU), Abin, BNDES, Correios, Dnit, Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Nacional de Águas (ANA), Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Agência Nacional de Transportes Aquários (Antaq), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Banco Central do Brasil (Bacen).

Aí está um leque de oportunidades maravilhoso, que, apesar do anunciado corte de gastos do governo, vai se manter aberto para os concurseiros que se dispuserem a agarrar uma oportunidade de se tornar servidores públicos já nos próximos meses. Pode parecer um sonho difícil de alcançar, mas acredite: é possível, sim,estar pronto para vencer todas as dificuldades. A propósito, Elleanor Roosevelt, primeira-dama norte-americana nos anos 1940, esposa do presidente Franklin Delano Roosevelt, eternizou esta lição:

“O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.”

De um brasileiro famoso, cito outro bom ensinamento para quem quer conquistar os seus sonhos:

“Só NÃO alcança seus objetivos QUEM SONHA DEMASIADO.

Só NÃO alcança seus objetivos QUEM PRETENDE DAR PASSOS MAIORES QUE AS PERNAS.

SÓ NÃO alcança seus objetivos QUEM ACHA QUE TODAS AS COISAS SÃO FÁCEIS.

TODAS AS COISAS conquistadas SÃO LUTADAS.”

(Silvio Santos, de camelô a banqueiro)

Lembre-se: para realizar um sonho, é importante ser disciplinado até atingi-lo. Se o sonho for a aprovação em concurso público, o caminho é traçar o quanto antes um objetivo, para, em seguida, preparar os livros e apostilas, matricular-se num curso preparatório – seja ele presencial ou on-line – iniciar a preparação propriamente dita e repassar exercícios e testes de outros concursos realizados pela banca que vai organizar a seleção. E tenha em mente que a escolha da técnica adequada de estudo pode fazer toda a diferença.

Essas são as providências iniciais que deve tomar quem quer concorrer seriamente e com chances reais a uma vaga no serviço público em 2015. O importante é começar e não se deixar, em nenhum momento, vencer pelo desânimo ou pelo derrotismo. Se tantos outros já conseguiram, por que você não conseguiria? A postura de um vencedor é acreditar sempre na própria capacidade e investir firme em seu talento. É assim que um concurseiro de sucesso consegue se tornar, em pouco tempo, titular de seu feliz cargo novo

Congresso em Foco

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627