CPT envia ao governo federal novas ameaças contra defensores que atuam no campo

Publicado em quarta-feira, junho 8, 2011 ·

cptEnquanto uma equipe formada por várias frentes governamentais chegavam na região Norte do país, na terça-feira (7), com o objetivo de combater os expressivos casos de violência no campo, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) envia à ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes, uma série de documentos que denunciam novas ameaças contra defensores de direitos humanos que atuam nas zonas rurais. Ao todo, a Comissão denúncia o caso de 20 pessoas que estão sendo ameaçadas de morte em sete estados.

Todas as pessoas ameaçadas trabalham no campo e lutam cotidianamente pela defesa de territórios. Presidentes de associações rurais, líderes comunitários, representantes de grupos organizados, entre outros, segundo a CPT, são os alvos frequentes de ameaças de morte. Alguns até andam sob proteção especial, mas a maioria não tem qualquer tipo de proteção.

O ofício, encaminhado hoje à ministra de Direitos Humanos, reflete que apesar de fatos consumados e já de conhecimento das esferas municipais, estaduais e federais, a situação na área rural e a falta de proteção aos direitos de camponeses e camponesas continua sem mudanças significativas.

De acordo com o relatório anual da CPT, em 2010, 34 trabalhadores rurais foram assassinados. 30% a mais que em 2009.
As novas denúncias são dos estados de Tocantins, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia e Acre.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627