Copa do Brasil: Dirigente do CSP diz que recebeu da CBF “garantias” de que não sairia no prejuízo

Publicado em sexta-feira, Abril 19, 2013 ·

presidenteApós entrar na Justiça comum e conseguir uma liminar que suspendeu a partida entre Sousa e Coritiba, pela Copa do Brasil, o presidente do CSP-PB, Josivaldo Alves (foto ao lado), confirmou que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai ajudar o time excluído da competição pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Josivaldo confirmou que conversou com José Maria Marin, presidente da CBF, e que o dirigente se sensibilizou com o caso do CSP, prometendo ajudar o clube. O Tigre afirma querer a vaga de volta, mas se não for possível, pelo menos ressarcimento financeiro por ter feito tamanho investimento “à toa”.

“A gente não tinha alternativa. Falei com o presidente da CBF e ele foi muito solícito. Ele se sensibilizou. Disse que tentaria nos ajudar, pois é o mais justo a se acontecer. A gente falou que estava tendo dificuldade na situação. Fizemos as contas: gastamos com todo o planejamento para disputar a Copa do Brasil e esse direito nos foi tirado. Alguém tem que pagar a conta. A gente está num prejuízo enorme”, disse o presidente.

Josivaldo também lamentou os prejuízos acumulados pelo Coritiba, que viajou até Sousa para a partida, que seria disputada ontem. “A gente sente pelo Coritiba, mas não tinha alternativa. Estamos tentando viabilizar essa vaga ou pelo menos a conta para alguém pagar”,  finalizou.

Saiba mais
O Sousa entrou com um recurso no STJD para ganhar a vaga alegando que a Copa Paraíba de 2012, competição pela qual o CSP alcançou sua classificação por ter sido o campeão, foi disputada de uma maneira que fere o regulamento da própria Copa do Brasil. Ela obriga que um mínimo de quatro clubes participem de torneios seletivos estaduais. No entanto, a edição do campeonato foi disputado apenas entre Treze, Botafogo e o campeão CSP.

O que o Sousa alegou foi o fato de que estavam previstos cinco clubes no total para participar da competição. Além destes três, Alético de Cajazeiras e Cruzeiro de Itaporanga também tinham vaga garantida, mas desistiram em cima da hora de participar do torneio, deixando apenas três times em disputa pela taça. No dia 4 de abril, o STJD deu a vaga para o Sousa.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627