Coordenação nacional avalia atividades da 5ª Semana Social Brasileira

Publicado em domingo, dezembro 15, 2013 ·

avaliacaoA coordenação nacional da 5ª Semana Social Brasileira (SSB) se reuniu no dia 10 de dezembro, em Brasília (DF), para avaliar as atividades realizadas desde 2011 em todo país. Promovida pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, a iniciativa suscitou o debate sobre a realidade brasileira e global, a partir dos movimentos populares e das igrejas, em prol da defesa e promoção da vida.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A coordenação avaliou os pontos levantados pelos participantes e ouviu os representantes dos movimentos sociais que participaram do processo. Uma das avaliações feita pelo presidente da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, dom Guilherme Werlang, é a de que a 5ª SSB foi uma grande celebração com momentos fortes de espiritualidade e mística. O coordenador da SSB, padre Nelito Dornelas, informou que foram realizadas 250 atividades em níveis local, regional e nacional, que fortaleceram a articulação das pastorais e movimentos sociais. A coordenação avaliou que é preciso dar um retorno para a sociedade e para a Igreja daquilo que foi o seu produto final do processo.

As SSB começaram a ser realizadas em 1991 e são uma importante contribuição para o debate com a sociedade ao propor iniciativas para a superação das desigualdades sociais e regionais. Trata-se de um esforço conjunto das organizações sociais na defesa dos direitos humanos, civis e da natureza, bem como na discussão de políticas públicas de inclusão, como expressão da solidariedade e da profecia cristãs.

A quinta edição da Semana Social promoveu o debate sobre o papel do Estado. Os envolvidos no debate assumiram como compromisso as seguintes bandeiras: apoiar a campanha de abaixo-assinado pela reforma política, coordenada pela Coalização Democrática, da qual a CNBB é signatária; apoiar a realização de um Plebiscito Popular por uma Assembleia Constituinte exclusiva pela reforma política, lançada pela Plenária dos Movimentos Populares; apoiar a campanha pela demarcação das Terras Indígenas, dos Territórios Tradicionais, dos Quilombolas e Territórios Pesqueiros; solicitar ao papa Francisco que convoque uma Assembleia internacional sobre a Vida no Planeta.

Além da coordenação ampliada da 5ª SSB, que foi mantida em sua função, criou-se uma equipe central para dar continuidade ao seu processo. A equipe executiva ficou assim composta: padre Ari dos Reis, irmã Delci Franzen, irmão Renato Thyel, Frederico Santana, irmã Claudina Scapini, Alessandra Miranda e Francisco Vladimir.

 

CNBB

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627