Conselho aprova calendário letivo da UFPB e 2015.2 começa em fevereiro

Publicado em quarta-feira, outubro 14, 2015 ·

ufpbO atual semestre letivo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vai terminar no dia 16 de dezembro, quando devem ser concluídos os exames finais e o semestre 2015.2 só deve começar no dia 1º de fevereiro de 2016. O calendário foi aprovado na manhã desta quarta-feira (14) pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da universidade. As aulas após o período de greve de docentes e servidores foram retomadas na terça-feira (13).

Segundo a reitora Margarete Diniz, foram apresentadas quatro propostas, sendo que três delas previam que o segundo semestre letivo de 2015 só começariam na segunda quinzena de fevereiro. A proposta vencedora foi apresentada por cinco representantes dos alunos. Ao todo,
28 membros do Consepe votaram na definição e 23 deles votaram a favor da proposta, que encerra o semestre 2015.2 no dia 4 de junho.

Retorno das aulas
As atividades acadêmicas retornaram normalmente na manhã da terça-feira (13) nos quatro campi da instituição, após o fim da greve dos servidores técnico-administrativo e dos professores da instituição. De acordo com a Pró-Reitoria de Graduação (PRG), as aulas do semestre 2015.1 já foram retomadas em todos os cursos.

O presidente da Associação dos Docentes daUFPB (Adufpb), Jaldes Meneses, explica que os professores já estão fazendo a revisão dos conteúdos que foram passados antes da greve.

“Estive no campus de João Pessoa e constatei que, para evitar que os alunos fiquem prejudicados, os professores estão revisando os conteúdos antes de passar para apresentar os novos assuntos previstos no semestre. Neste caso, mesmo antes do próximo calendário ser definido, já estamos trabalhando na reposição das aulas interrompidas por causa da greve”, explicou.

Sisu
A pró-reitora de graduação comentou também que a universidade está aguardando uma decisão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão que realiza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para adequar o calendário dos semestres às matrículas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Ariane lembra que pelo calendário de antes da greve, com os semestres letivo e civil alinhados, a previsão era de que os alunos aprovados no Enem 2015 seriam matriculados no início de 2016. Mas por causa da greve, estes alunos só devem ser matriculados em junho ou julho, período que anteriormente seria para os aprovados na segunda seleção do Sisu. “Como foram registradas greves em várias universidades federais e estaduais em todo o país, estamos aguardando uma deliberação do Inep para saber como serão feitas estas matrículas”, concluiu.

 

G1

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br