Confronto entre PM e trabalhadores deixa cerca de 20 pessoas feridas entre Paraíba e Pernambuco

Publicado em sexta-feira, julho 18, 2014 ·

frei anastacioCerca de vinte trabalhadores saíram feridos com balas de borracha na tarde desta sexta-feira (18) durante confronto entre os policiais militares do Pernambuco e os posseiros da fazenda Ouro Verde que fica na Divisa entre Paraíba e Pernambuco. De acordo com as informações vários trabalhadores saíram correndo para dentro do mato para não serem atingidos pelos tiros.

De acordo com o deputado Frei Anastácio no local estão cerca de 1,5 mil trabalhadores que há dois anos estão ocupando os cerca de 6 mil hectares da fazenda. “ Os trabalhadores estão trabalhando a terra, plantando e dela tirando o sustento de suas famílias”, disse o parlamentar.

Na manhã desta sexta-feira cerca de 100 policiais militares do Estado do Pernambuco chegaram à fazenda para cumprir uma ação de despejo e a partir daí começou o confronto com os trabalhadores que se mobilizaram para não deixar o local.

De acordo com Frei Anastácio outras ações de despejo estão para acontecer a qualquer momento em outras fazendas da Paraíba e, segundo ele, é necessário que as autoridades de segurança e o Governo do Estado revejam e repensem a forma trabalhar e de agir dos policiais militares.

 

O protesto começou por volta das 8h30 e a rodovia só foi liberada depois do tiroteio promovido pelos policiais que feriram os trabalhadores com balas de borrachas.

Frei Anastácio explicou que foi chamado pelos agricultores, as famílias estavam realizando o protesto como forma de reivindicar uma audiência com a justiça pernambucana, para negociar uma ordem de despejo expedida para o acampamento Ouro Verde, que fica na divisa com a Paraíba.

A fazenda Ouro Verde, que tem 40 famílias reivindicando terra para trabalhar. Esperamos que o Incra de Pernambuco tome as providências urgentemente para que a situação seja resolvida e as famílias irão permanecer na área, até que seja dada uma solução. Condenamos essa ação truculenta da Polícia. Não é com uma operação de guerra, como essa, que se resolve situações como a que está acontecendo”, afirmou o deputado.

Paulo Cosme com Assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br