Com goleada, recorde e festa, Lusa recebe faixa e levanta taça da Série B

Publicado em sábado, novembro 19, 2011 ·

Mais de seis mil torcedores da Portuguesa foram ao Canindé para conferir de perto um feito inédito do clube: ver a Lusa levantar uma taça de título nacional pela primeira vez na história. Mas isso só ocorreu depois de a equipe rubro-verde bater o lanterna Duque de Caxias por 4 a 0, alcançar a marca de 20 jogos de invencibilidade na Série B e quebrar o recorde de 80 gols na competição na era por pontos corridos, superando o Corinthians, que fez 79 em 2008

A festa começou antes mesmo da partida. Aos gritos de “é campeão”, jogadores da Lusa das décadas de 60 e 70 entraram em campo ao lado dos atletas do time atual. Ídolos do passado e do presente viram e ouviram de perto o célebre torcedor da Lusa, o maestro João Carlos Martins, tocar o hino nacional brasileiro, em um piano colocado dentro do gramado do Canindé.

Depois do jogo, os jogadores da Lusa receberam as faixas de campeão e o capitão Marco Antônio foi o primeiro a erguer a taça de campeão da Série B do Campeonato Brasileiro.

O jogo marcou a despedida da Portuguesa do Canindé em 2011. A equipe encerra sua participação na Segundona contra o Icasa, em Juazeiro do Norte (CE). O Duque de Caxias, rebaixado há mais de um mês, pega o Boa Esporte em Volta Redonda.

renato portuguesa x duque de caxias (Foto: Agência Estado)Renato comemora um dos gols da Portuguesa sobre o Duque de Caxias (Foto: Agência Estado)

Melhor ataque da Segundona

O confronto marcava não só o melhor time da competição contra o pior, mas também o duelo do melhor ataque contra a pior defesa. E não demorou para a Portuguesa abrir o placar. Logo aos cinco minutos de jogo, o zagueiro Renato aproveitou cobrança de escanteio e, sozinho, escorou para dentro do gol. Fácil.

Dez minutos depois, aos 15, foi a vez de Ananias ampliar. O meia Marco Antônio chutou cruzado e Ananias só teve o trabalho de completar a jogada. Sem poderio ofensivo, o Duque de Caxias só assistia à festa da Lusa.

Na segunda etapa, aos sete minutos, o volante Guilherme recebeu de Marcelo Cordeiro e tocou na saída do goleiro Thiago para marcar o terceiro. O gol que marcou a quebra do recorde de melhor ataque da Segundona foi marcado por Edno, aos 27 minutos da segunda etapa.

Símbolo no Canindé e emoção no Hino Nacional

A Portuguesa aproveitou o clima de festa e comemoração desta sexta-feira para inaugurar um símbolo atrás do gol que fica próximo àentrada dos vestiários. A obra é similar à que o São Paulo tem no Morumbi e que o Palmeiras tinha no Palestra Italia.

Ainda no embalo da festa, a Lusa inovou ao colocar um piano no meio do gramado para que o maestro João Carlos Martins fizesse uma interpretação belíssima do Hino Nacional.

portuguesa campeã série b (Foto: Agência Estado)Jogadores da Portuguesa posam ao lado da taça de campeã da Série B (Foto: Agência Estado)
Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627