Com 2 milhões de moradores, favelas do Rio seriam 7ª maior cidade do país

Publicado em quinta-feira, setembro 25, 2014 ·

(Foto: José Raphael Berrêdo / G1)
(Foto: José Raphael Berrêdo / G1)

Pesquisa divulgada pelo Instituto Data Favela mostra que os dois milhões de moradores das favelas do Rio formariam o sétimo maior município do Brasil, com uma população maior do que capitais como Manaus, Recife, Curitiba e Porto Alegre. Ainda segundo a pesquisa, juntos, os moradores das comunidades cariocas têm renda anual de R$ 12,3 bilhões, e são responsáveis por 19% do total da renda dos brasileiros que moram em favelas. Os dados fazem parte do livro “Um País Chamado Favela”, que será lançado nesta sexta-feira (26), na Livraria da Travessa, no Leblon, Zona Sul.

De acordo com a pesquisa, o Rio de Janeiro é o único estado da região Sudeste a ter mais de 10% de pessoas morando em favelas. A média de idade desses moradores é de 36 anos. A pesquisa também perguntou sobre o nível de escolaridade dos moradores. No total, 3% não são insturídos e 27% possuem o ensino médio completo.  A pesquisa aponta  que 1% dos entrevistados completaram a faculdade e 4% possuem ensino superior incompleto.

Ainda segundo os dados coletados pelo instituto, 94% das pessoas que moram nas comunidades são felizes e otimistas. O levantamento aponta ainda que dois terços não sairiam do lugar onde vivem mesmo que sua renda dobrasse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Renato Meirelles, um dos autores do livro, disse que na favela todo mundo conhece todo mundo e um cuida do filho do outro. “Existe um lastro emocional com a comunidade e, além disso, a vida fica mais barata”, afirmou ao G1.

A pesquisa ouviu 1.003 moradores de 12 comunidades do Rio. De acorto com Meirelles, cerca de cem moradores das favelas cariocas foram treinados para realizar a pesquisa. O instituto Data Favela e a Central Única das Favelas (CUFA) deram a supervisão técnica. “Fizemos a pequisa em outubro do ano passado. A favela tinha que ser protagonista da sua própria história”, contou.

Segundo os dados coletados pelo Instituto Data Popular, 12 milhões de pessoas vivem atualmente em favelas em todo o país o que corresponde tamanho do Rio Grande do Sul, quinto maior estado do Brasil. No total, 67% dos moradores são de negros, 42% dos lares são chefiados por mulheres e 52% já passaram fome. E seis de cada dez moradores da favela foram vítimas de preconceito, explicou Meirelles.

G1

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627