Cerca de 10% dos índios que vivem na PB moram em favelas, diz IBGE

Publicado em domingo, Janeiro 29, 2012 ·

07-Foto-do-solista-Rucker-BezerraPelo menos 338 índios da Paraíba residem em áreas consideradas aglomerados subnormais (‘favelas’). Os dados são do Censo Demográfico 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número representa 9,7% da população total de indígenas (3.475) que vivem nas cinco cidades (João Pessoa, Cabedelo, Bayeux, Santa Rita e Campina Grande) apontadas no estudo como tendo os aglomerados.

Embora esse percentual já seja expressivo, o coordenador técnico da Fundação Nacional do Índio em João Pessoa (Funai-JP), Benedito Rangel de Morais, acredita que na realidade há muito mais índios vivendo nas comunidades carentes do estado.

Para ele, essa diferença nos números pode ocorrer em virtude dos próprios índios não autodeclararem sua raça corretamente ou ainda pela possibilidade de alguns índios não terem sido encontrados no domicílio quando houve a visita dos recenseadores do IBGE. Benedito Rangel de Morais também considera que o êxodo indígena para os centros urbanos tem diminuído.

“Muitos índios têm voltado para sua aldeia de origem, alguns porque não conseguiram o que esperavam na cidade e outros por interesse de retornar e viver em sua área”, comenta Benedito. Ele não pôde precisar, entretanto, a distribuição desses índios dentro das cidades apontadas no estudo.

Segundo o IBGE, a capital concentra 75,1% (254) dos indígenas residentes em comunidades da Paraíba. Em seguida aparece Campina Grande, com 17,1%, ou seja, 58 índios vivendo em ‘favelas’. As demais cidades apresentam números menores: Bayeux (13 índios), Cabedelo (8) e Santa Rita (5).

Do G1 PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627