Cardiopatia: ‘Círculo do Coração’ é ampliado e passa a cobrir até 95% dos nascimentos na Paraíba

Publicado em sexta-feira, Janeiro 10, 2014 ·

sandra-mattosO projeto Círculo do Coração, iniciado em 2011, numa parceria entre Paraíba e Pernambuco, conseguiu chegar ao final do primeiro ciclo contratado com sucesso. A informação é de Sandra Matos, presidente da Associação Círculo do Coração. O programa já atendeu cerca de 40 mil crianças em dois anos, monitorando nascimento e diagnosticando doenças cardíacas com o auxílio de médicos especializados que acompanham hospitais à distância através de conferências pela internet.

O projeto funciona numa parceria entre o Governo do Estado e a Organização Não Governamental Círculo do Coração, do Recife.O programa que começou atendendo 13 centros foi ampliado no final do ano passado e passou a atender 21 centros, cobrindo 95% dos nascimentos no Estado.

Durante os últimos dois anos, graças ao programa foram diagnosticadas quase mil crianças com doenças cardíacas, 220 foram submetidas a cirurgia e as demais encontram-se em tratamento clínico. Antes desse convênio, muitas dessas crianças tinham que se deslocar para outros Estados, porque a Paraíba ainda não tinha um serviço especializado.

“O projeto é muito importante porque ele traz um modelo novo onde a gente é capaz de melhorar a qualidade da assistência utilizando os recursos que existem nos vários locais”, explicou Matos.

Para atender crianças de outros Centros, além da Capital, os serviços são ligados de forma sofisticada: através de uma rede de Telemedicina. “Desta forma estamos em contato com os centros desde João Pessoa até Cajazeiras. E a gente passa o que chamamos de uma visita médica diária. Em todos esses centros. Sabemos como essas crianças nasceram e como elas estão evoluindo e com isso temos condições de cada vez mais cedo detectar problemas e encaminhar essas crianças para tratamento especializado”, revelou Matos.

O projeto inicial abrangeria o período de 2 anos e deveria terminar em outubro de 2013, mas foi ampliado. “Em outubro o projeto não apenas foi renovado como também expandido para trabalhar com 20 maternidades e hospitais pediátricos. Então passamos de 13 para 21 centros cobrindo agora aproximadamente 90% a 95% dos nascimentos do SUS neste estado. Quase a totalidade das crianças que nascem”, garante a presidente.

Ampliação de áreas – A presidente revelou ainda que o projeto está sofrendo novas expansões para áreas como a perinatologia, que acompanha a gestante desde o momento do parto até os 28 primeiros dias de vida do recém nascido.

Paulo Dantas

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627