Candidatos à reitoria da UEPB querem adiar as eleições para junho

Publicado em segunda-feira, Abril 30, 2012 ·

Os candidatos que disputam a reitoria da Universidade Estadual da Paraíba querem adiar as eleições, marcadas para o próximo dia 16. As chapas de oposição alegam que duas semanas é pouco tempo para debater propostas de melhorias para a instituição.

Leia abaixo a carta enviada à imprensa neste domingo:

“ASSESSORIA DE IMPRENSA

UEPB Plural e Democrática

29/4/2012

Reitoráveis entregam ofício nesta 2ª feira pedindo adiamento de eleições na UEPB

As quatro chapas de oposição vão entregar nesta segunda-feira, dia 30, às 9 horas da manhã, no protocolo da Universidade Estadual da Paraíba, ofício encaminhado ao Conselho Universitário da UEPB, solicitando adiamento das eleições. O protocolo da universidade fica localizado no prédio central da instituição.

Os reitoráveis concedem entrevista à Imprensa no local.

Quatro chapas decidiram pedir adiamento, para o início de junho, a consulta prévia para escolha do reitor e vice-reitor da Universidade Estadual da Paraíba, marcada anteriormente para 16 de maio. O pedido de adiamento foi feito durante reunião com a comissão eleitoral e será encaminhado ao Conselho Universitário, presidido pela reitora Marlene Matos.

As chapas são encabeçadas por José Cristóvão de Andrade, Eliana Maia Vieira e Agassiz de Almeida Filho, Mônica Maria Pereira. A informação é do professor Fábio Medeiros, candidato a vice na chapa de José Cristóvão de Andrade.

Eles alegam que menos de três semanas é pouco para debater com a comunidade universitária, composta por 22 mil eleitores. A propaganda eleitoral foi liberada para a utilização de adesivos ou em carros, o que foi justificado pelo presidente da Comissão Eleitoral, professor Luciano Albino, como fator positivo para que todas as determinações do edital sejam cumpridas.

As oposições se inscrevem e prometem ganhar as eleições para escolha do reitor e vice-reitor da UEPB. A declaração é dos professores José Cristovão de Andrade e Fábio Medeiros, respectivamente candidatos a reitor e a vice-reitor da Universidade Estadual da Paraíba.

A Chapa 2 – UEPB Plural e Democrática atua com transparência e responsabilidade de gestão.

O professor Andrade tem 30 anos de engajamento em defesa da Anistia, Democracia e Liberdade de Organização Popular. “Foi na verdade um período de muito terror e resistência. O final dos anos 70 e toda década de 80 foram momentos inesquecíveis na minha vida e na formação política. Período que convivi e aprendi os caminhos da mudança, transformação. Amizades e companheirismo que convivo ainda hoje no meu Departamento e na minha vida sindical e popular”. Os anos 90 e 2000 até o momento pode dedicar à UEPB “em defesa permanente de novos dias, de novas esperanças e certeza de sua consolidação no futuro próximo”.

Disse que aprendeu muito. “Valeu à pena lutar por uma sociedade justa e igualitária, momentos de esperanças, saudades de amigos que já partiram (Gábio José de Araújo) e tantas outras lideranças que ajudaram cristalizar os sonhos de liberdade. No movimento sindical docente, estudantil e popular participou ativamente da luta Sindical, Estudantil e Popular; membro da CUT e Departamento de Educação-DET-CUT. Presidente da Associação de Moradores da Comunidade do Quarenta – 1991-94; 2006-2008; 2010-2011. Membro da Coordenação Nacional das IEES-ANDES-SN-2000-2002. Membro da Comissão de reabertura do Grêmio Estudantil do Colégio Estadual da PRATA-1980-1983. Membro da Juventude Unida em Cristo – 1978-1985.

Foi diretor do Centro Acadêmico de C. Sociais – UFPB – 1984-1986. Diretor do Diretório Acadêmico de Humanidades – UFPB – 1984-1985. Diretor do DCE-UFPB – 1985. Diretor Regional do ANDES-SN – Sindicato Nacional-2000-2002 e presidente da ADUEPB (quatro mandatos e atual mandato de 2009-2013).”

Click PB

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627