Cancelamento de voos para JP gera reclamações entre passageiros

Publicado em domingo, dezembro 17, 2017 ·

Nos últimos meses, alguns passageiros da empresa aérea Azul têm reclamado de cancelamentos que estão acontecendo nos vôos para João Pessoa. Em alguns casos, passageiros foram de avião até Recife, e ao chegar lá, precisaram ir até João Pessoa por meios terrestres.

Segundo o engenheiro civil e especialista em transportes, Jarbas Moreira, por conta do centro de distribuição da Azul ser em Recife, isso pode facilitar que o contratempo aconteça.

“A rota João Pessoa para Recife é a mais curta em distância e, consequentemente, tempo de voo. Caso alguma aeronave fique inoperante e haja necessidade de cancelar algum voo, a rota para João Pessoa acaba sendo a priorizada, pois os custos de deslocamento dos passageiros por via terrestre, seriam os menores, comparados a outras cidades mais distantes que a Azul opera”, explica.

Ainda de acordo com Jarbas, só nas últimas semanas, cerca de 13 gols foram cancelados, podendo calcular que mais de 700 passageiros foram prejudicados de alguma forma.

Quem passou por essa situação foi o gerente comercial Gleriston Castro. Segundo ele, o último caso aconteceu no ano passado. Depois disso, o gerente, que viaja toda semana, tem evitado a companhia área, já que as últimas experiências não foram muito agradáveis.

“Eu tive que vir de van de Recife para João Pessoa, foi chato e cansativo. Outra vez, eu vinha de Maceió para João Pessoa. Como o voo de lá [Maceió] para Recife estava atrasado, eu iria perder a conexão para João Pessoa.  Vim de táxi, pago pela azul, de Maceió até João Pessoa”, conta o gerente.

“A justificativa é sempre a mesma, manutenção não programada da aeronave”, explica Gleriston.

Grande ou pequeno, geralmente esses episódios causam prejuízos. No caso de Gleriston, algumas reuniões com clientes tiveram que ser adiadas.

De acordo com o secretário de Defesa do Consumidor (Procon-JP), Helton Renê, nesses casos, o cliente pode entrar com uma ação legal. O procedimento pode ser feito com auxílio do Procon ou pela Justiça.

“Não é só o serviço quando ele está sendo utilizando o serviço em si, mas naquilo que está sendo ofertado. Então ofertou ao consumidor, e o consumidor adquiriu o produto ou serviço, se planejou e de repente não tem mais esse serviço, ele está caindo em prejuízo e pode sim contestar na Justiça. Todos aqueles que geram prejuízos a outros têm que pagar”, explica.

Voos cancelados em alta estação

Segundo a secretária de Turismo de João Pessoa, Rute Avelino, os cancelamentos de voos no verão, época de aumento de viagens, podem impactar o turismo de João Pessoa. Mas segundo ela, só há um impacto preocupante em casos recorrentes. “Se for esporadicamente, tudo bem”, analisa.

Ao Portal MaisPB, a secretária disse que iria procurar a diretoria da empresa em São Paulo para ter esclarecimentos sobre o ocorrido.

O Portal MaisPB entrou em contato com a assessoria de imprensa da Azul, que informou que os cancelamentos que houveram foram por causa de “manutenções não programadas nas aeronaves ou por condições climáticas adversas”. A Azul ainda informou que os cancelamentos não têm qualquer ligação com o hub [centro de distribuição] em Recife.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comentários

Tags : , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627