Cachorro chorão: saiba como identificar o motivo e resolver o problema

Publicado em terça-feira, Fevereiro 4, 2014 ·

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Quem tem um cão em casa já conhece bem o som do choro de seus pets, que aparece em diversas ocasiões e pelos mais variados motivos. Quando o cachorro em questão é um filhote, os episódios de choro são ainda mais frequentes; no entanto, mesmo sendo considerado algo comum, o pranto dos animais caninos não deve ser ignorado – já que, além de ser um chamado por atenção, também pode indicar a existência de problemas com a saúde e o psicológico do pet.

 

No caso dos filhotes, o choro é mais normal por uma série de fatores; que incluem desde a mudança do animal para um ambiente desconhecido até o seu sentimento de solidão por ter sido separado de sua mãe e seus irmãos. Entretanto, isso não significa que os filhotes não chorem por dor, frio ou fome; e todas essas possibilidades devem ser descartadas antes de deduzir que o animal chora por um trauma de separação.

Nos cães mais velhos, o ato de chorar também pode ser desencadeado por mudanças bruscas de ambiente ou cotidiano, e um pet que passa muito tempo só pode, ainda, desenvolver sérios problemas como a depressão – portanto, nunca é demais ressaltar que, se você quer um bichinho de estimação em casa, deve ter tempo suficiente para lhe dar atenção e carinhos.

 

Além da solidão, da exposição ao vento frio, da dor e da fome, há muitos cães que choram por pura “manha” (assim como as crianças), chamando a atenção de seus donos apenas para receber alguns carinhos. Esse tipo de choro deve ser encarado de uma maneira bem diferente das demais e, por isso, é importante certificar-se que o pranto do seu cão não é sinal de algum problema ou doença antes de colocar técnicas de resolução em prática.

 

Para evitar o choro dos cachorros, o ponto principal é identificar de onde ele vem. Nos casos de separação, dar um pouco de carinho ao animal e deixar algum objeto importante (como uma camiseta com seu cheiro ou um bichinho de pelúcia) com ele como forma de companhia pode ser uma boa pedida – já que o animal se sentirá menos só e o choro cessará.

 

Manter os pets bem alimentados e hidratados, além de abrigados do frio e do vento, também pode evitar muitas sessões de choradeira. No entanto, nos casos de manha, a atitude deve ser outra e; por mais difícil que possa parecer, ignorar o cachorro por algum tempo é a melhor opção para ensiná-lo e fazer com que ele pare de chorar.

 

Embora a ideia possa ser estranha em um primeiro momento, é importante lembrar que, quando um dono corre para o seu cão com carinhos toda vez que ele chora, o animal entende que essa é a melhor maneira de chamar sua atenção – usando deste “truque” todas as vezes que quiser algo. No entanto, quando o proprietário ignora a manha do cão, indo até ele somente nos momentos em que ele para de chorar, a situação muda de figura; e pet entende que é por meio do bom comportamento que receberá a maior atenção.

 

 

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627