Cabo é expulso da PM da PB; 21 já foram banidos neste comando

Publicado em quarta-feira, agosto 22, 2012 ·

Foi publicado na manhã da terça-feira (21) no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE) o comunicado da exclusão do policial militar Natanael Virgínio da Rocha Júnior da corporação. O cabo da PM foi expulso após ser indiciado em um Inquérito Policial Militar. De acordo com o comandante geral da PM da Paraíba, coronel Euller Chaves, o cabo foi excluído por ter cometido várias ações de indisciplina, dentre elas, o crime de extorsão.

Ainda de acordo com o coronel, a decisão do desligamento do servidor foi tomada pelo conselho de disciplina da corporação, que avaliou o conjunto de infrações e sugeriu expulsá-lo. Na publicação do DOE aparece como justificativa para a decisão, a conclusão do inquérito, que aponta participação em organização criminosa e em outros ilícitos.

A equipe de reportagem do G1 não conseguiu entrar em contato Natanael Virgínio, mas o comandante Euller Chaves informou que ele recorre da decisão ao governador da Paraíba, único que poderia reverter sua punição.

De acordo com Euller Chaves, nos 20 meses em que ele está à frente do comando, pelo menos 21 servidores da PM foram expulsos da corporação. Segundo ele, esse número é encarado como natural pelos trabalhadores, mas um alerta quanto à disciplina que deve ser mantida na Polícia Militar pParaibana. ” São 10 mil funcionários da PM e é necessário que eles respeitem as determinações da corporação. Assim, o trabalho da polícia fica mais disciplinado, mais monitorado”, explicou o comandante geral.

O policial expulso tinha 13 anos com a farda da PM, estava lotado no 12º Batalhão, e ainda poderá recorrer da decisão ao governador do Estado. O coronel Euller Chaves explicou que quem tiver mais de dez anos na corporação e cometer qualquer infração é submetido ao conselho de disciplina. Os servidores com menos tempo, passam por um processo administrativo disciplinar.

G1 PB

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br