Brasil pode ser primeiro país do mundo a reparar danos a filhos de pais com hanseníase

Publicado em quarta-feira, julho 27, 2011 ·


hanseniaseA ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, recebeu na segunda-feira (25), representantes do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan). Entre os assuntos tratados no encontro estava o grupo de trabalho que vai analisar pedidos de indenização dos filhos das pessoas atingidas por hanseníase.

“O Brasil será o primeiro país do mundo a reconhecer o dano causado aos filhos que foram separados dos pais num momento em que já existia cura para a hanseníase”, comemora o coordenador nacional do Morhan, Artur Custódio Souza. Ele disse que está bastante confiante e que tem “ótima expectativa” a respeito do grupo de trabalho.

A coordenadora do Morhan em Barueri, Teresa Oliveira, reconheceu o empenho do governo e entregou à ministra um abaixo-assinado com o apoio de sete mil pessoas. Maria do Rosário garantiu que dará prioridade às reivindicações do movimento. “Vamos trabalhar para que o grupo de trabalho seja instituído o mais rápido possível. Estamos absolutamente comprometidos com a luta das pessoas atingidas pela hanseníase”, disse a ministra.

Para sensibilizar a população e dar mais visibilidade à sua luta, o Morhan vem promovendo assembleias estaduais em todo Brasil. Até o momento, já foram realizados encontros no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Acre. Os próximos estados a serem visitados pelo movimento são Pernambuco, Ceará, Amazonas, Espírito Santo e Goiás.

Portal Brasil
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627