Botafogo quer marcação imediata de decisão do 2º turno e critica postura da FPF

Publicado em sexta-feira, junho 3, 2011 ·

botapbOs advogados do Botafogo protocolaram na tarde desta quinta-feira (02) um requerimento solicitando que a Federação Paraibana de Futebol (FPF) marque imediatamente a decisão do segundo turno do campeonato paraibano de futebol. Na noite da ultima terça-feira (31), o TJD anulou o título de campeão paraibano 2011 do Treze, efetivando a perda dos pontos da equipe de Campina, que foi condenado devido a suposta simulação de contusão de jogadores para evitar que o jogo com o Botafogo prosseguisse até o final.

Diante do resultado de terça, os advogados querem celeridade da FPF na marcação da decisão do segundo turno do campeonato. O advogado Luis Augusto Crispim Filho, da assessoria jurídica do Belo, disse que estranha a lentidão da Federação em marcar o jogo.

“O Artigo 133 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva é claro ao dizer que proclamado o resultado do julgamento a decisão produz efeitos imediatos, independente da publicação da decisão”, disse Crispim Filho.

Crispim também acusou a FPF de não querer receber o requerimento do Botafogo. “Hoje a tarde quando tentávamos protocolar o requerimento os funcionários da FPF não queriam receber, resistiram até o último instantes. Só receberam após muita resistência”, afirmou.

O advogado finalizou afirmando que a indignação do Botafogo é que quando cassaram a liminar, que impedia a realização do jogo Treze e Campinense, a FPF agiu rapidamente e se apressou e marcar o jogo.

“Nossa indignação é que quando cassaram a nossa liminar a FPF marcou o jogo do Treze com o Campinense imediatamente, por que agora age diferente no nosso caso”, indagou.

Cristiano Teixeira
WSCOM Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627