Bens de candidatos ao governo e ao senado apresentam crescimento de até 149% em 2014

Publicado em terça-feira, julho 8, 2014 ·

eleiçoes-destaque_interno.A maioria dos candidatos ao governo do estado e ao senado obtiveram acréscimos em seus bens em relação à declaração registrada na justiça eleitoral em 2010. A constatação é feita se compararmos o patrimônio declarado na última eleição com os dados registrados no TRE-PB para o pleito de 2014. Alguns obtiveram um crescimento de até 149%.

Ricardo Coutinho (PSB), atual governador do estado, declarou em 2010 que possuía bens no valor de R$ 866.698,44. Já nesta última declaração registrada no TRE, o chefe do executivo estadual informou que seu patrimônio somava R$ 1.325.603,81. O candidato à reeleição acrescentou de 2010 a 2014 aproximadamente 458 mil reais ao seu patrimônio, ou seja, um crescimento de 52,94%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Cássio Cunha Lima (PSDB), também postulante ao Palácio da Redenção, somava em 2010 R$ 642.645,00. Em 2014, o candidato registrou na justiça eleitoral que possuía bens avaliados em R$ 874.430,46. Um aumento de aproximadamente R$ 231 mil no patrimônio. O patrimônio do tucano cresceu 36%

O senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), candidato ao governo do estado somava em 2010 R$ 888.842,05. Para 2014, o peemedebista declarou ao TRE possuir bens no valor de R$ 976.556,45. Um acréscimo de mais de R$ 87 mil reais, um crescimento patrimonial de 9,86%.

Major Fábio Rodrigues (Pros), também candidato ao governo do estado, declarou em 2014, que possui bens no valor de R$ 339 mil. Nas eleições de 2010 ele declarou que tinha bens na ordem de R$ 136.014,16. Significa um crescimento de 149,2%.

O candidato ao governo da Paraíba pelo Psol, Tárcio Teixeira, informou ao TRE que possui R$ 252.928,00. Antônio Radical (PSTU), candidato ao governo, não aparece na relação de candidatos com bens declarados pelo TRE paraibano.

Senadores

De acordo com os dados do TRE, o candidato a senador que possui o maior patrimônio é o ex-governador e candidato ao senado José Maranhão (PMDB). O peemedebista tinha, em 2010, R$7.429.880,68 em bens. Para 2014, Maranhão declarou que seu patrimônio somava R$ 8.830.629,26. Com base nesses dados se constata que o ex-governador obteve um acréscimo de R$ 1,4 milhões em quatro anos, ou 18,8%.

O deputado federal e candidato ao senado Wilson Santiago (PTB), declarou em 2010, que seus bens somavam R$ 659.809,28. O postulante ao senado federal informou ao TRE que possuía em 2014, R$ 715.666,46 em patrimônio. Um acréscimo de mais de 55 mil reais, ou 8,46%.

Jony Melo do Blog do Gordinho

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br