Autoescolas têm até março para implantar monitoramento de frequência por biometria

Publicado em quinta-feira, Janeiro 29, 2015 ·

Reprodução/Lúcio Bernardo Jr/Fotos Públicas
Reprodução/Lúcio Bernardo Jr/Fotos Públicas

Os Centros de Formação de Condutores, ou autoescolas, da Paríba vão ter até o dia 30 de março como prazo limite para que possam implantar o sistema de monitoramento das aulas teóricas e a freqüência biométrica de reconhecimento facial dos alunos.

Com o sistema de biometria, os exames teóricos e práticos só serão marcados pelo Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) após a comprovação da frequência.

Será captada a impressão digital do aluno, no início e ao fim de cada aula, permitindo que o órgão controle a frequência e o cumprimento da carga horária exigida pelas resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que é de 45 aulas teóricas para os candidatos à primeira carteira nacional de habilitação, antes da realização do exame de legislação.

As mediadas vão possibilitar que o Detran-PB melhore o controle com relação à presença do instrutor de trânsito, à frequência do aluno e ao cumprimento da carga horária dos cursos e exames, além de evitar fraudes.

Segundo o superintendente do Detran, Aristeu Chaves Sousa, a implantação do sistema de biometria nos Centros de Formação de Condutores é uma ferramenta importante no controle da qualidade da formação dos motoristas paraibanos. “Estamos prezando pela segurança e padronização na formação dos condutores. Com o sistema de monitoramento, saberemos que o aluno não só vai entrar na sala de aula, mas que assistirá a todas as aulas”, destacou.

 

portalcorreio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627