Atividades dos servidores do IFPB estão paradas nesta quarta

Publicado em quarta-feira, Abril 25, 2012 ·

Neste dia 25, Dia Nacional de Mobilização dos Servidores Públicos
Federais, servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia (IFPB) param suas atividades. Cerca de três mil técnicos e
docentes participarão do movimento nos nove Campi da Instituição.

Para chamar a atenção para a problemática dos trabalhadores federais
na instituição, o Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação
Básica e Tecnológica da Paraíba (SINTEFPB) fará panfletagem durante
toda a manhã. E a tarde, no auditório José Marques, haverá uma reunião
do Fórum Estadual pela Educação com representantes de vários
sindicatos de trabalhadores na educação da Paraíba.

Como estratégia para fortalecer a paralisação das atividades no dia
nacional de mobilização dos Servidores Públicos Federais desta
quarta-feira, integrantes da Diretoria Estadual do SINTEFPB fizeram já
na terça-feira (24), uma intensa panfletagem no Campus do IFPB, em
João Pessoa. A panfletagem ocorreu no pátio interno e no restaurante,
durante o intervalo das aulas e no horário do almoço. O coordenador
geral do SINTEFPB, professor Wolhfagon Costa, aproveitou para explicar
aos estudantes os motivos da paralisação de advertência ao Governo
Federal e recebeu o apoio do segmento estudantil.

“O SINTEFPB iniciou a articulação política institucional com os
estudantes em tempo hábil para prepará-los para a paralisação
nacional”, disse Wolhfagon. O sindicalista destacou o trabalho de
articulação e mobilização dos estudantes que contou com o apoio dos
alunos do professor Drailton Siqueira, que fizeram apresentação solo e
em grupo durante os intervalos e o período do almoço.

A programação da paralisação de 25 de abril terá início com uma
panfletagem nos portões principais do Campus do IFPB, em João Pessoa,
a partir das 7h, com a participação de representantes de outras
entidades. Nesta ocasião, os sindicalistas vão conscientizar os
segmentos institucionais com relação à intransigência do Governo
Federal em negociar a pauta de reivindicações da categoria. Foi
incluída na programação, a realização da reunião do Fórum Estadual de
Educação, a partir das 14 horas, no Auditório José Marques, no IFPB,
promovido pelo programa de educação de jovens e adultos da
Instituição.

O professor Wolhfagon Costa destacou que a greve de advertência segue
uma programação de lutas orientada pelo Sindicato Nacional dos
Servidores Federais da Educação Básica e Tecnológica (SINASEFE),
visando à aprovação das reivindicações salariais, além de outros
benefícios para a categoria.

Os servidores públicos federais estão reivindicando um reajuste de
22,8%, com revisão dos benefícios e equiparação aos três poderes, bem
como a retirada da pauta do Congresso Nacional de todos os Projetos de
Lei (PLs) que negam os direitos dos servidores.

Já a pauta interna, cobra ao Reitor João Batista a progressão por
titulação para os docentes de D1 para D2 e D3; progressão imediata por
capacitação para os técnico-administrativos, admissão automática dos
títulos emitidos por Universidades do Mercosul, democracia plena e
irrestrita, com a garantia de eleições diretas em todos os Campi da
Instituição.

Assessoria de Imprensa do SINTEFPB para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627