Arrasador, Coritiba humilha Palmeiras e amplia série histórica

Publicado em sexta-feira, maio 6, 2011 ·

coritibaO Coritiba conquistou nesta quinta-feira sua 24ª vitória consecutiva em 2011. De forma incontestável, a embalada equipe comandada por Marcelo Oliveira derrotou o Palmeiras por 6 a 0, em duelo no Estádio Couto Pereira válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, e ficou mais próximo das classificação paras as semifinais da competição nacional.

Diante de um Palmeiras apático e pouco eficiente, o Coritiba apresentou suas principais armas: a paciência para esperar os erros dos adversários e a velocidade e a inteligência para tocar a bola em busca de contra-ataques. Ao Palmeiras, restaram apenas as raras chances criadas com o volante Marcos Assunção, que pouco ameaçaram o goleiro Edson Bastos.

Para tentar uma complicadíssima classificação, o time comandado por Luiz Felipe Scolari agora recebe o confronto de volta em São Paulo na próxima quarta-feira, no Estádio do Pacaembu – a partida está marcada para as 21h50 (horário de Brasília). Quem avançar, pega o classificado do duelo entre Flamengo e Ceará.

Valendo-se de sua boa fase, o Coritiba deu um susto logo aos 2min do primeiro tempo, em cruzamento de Jonas pela direita que Emerson desviou de cabeça e mandou a rente à trave direita de Marcos. No entanto, o próprio Emerson se redimiu aos 11min e abriu o placar: após escanteio cobrado pela esquerda, o zagueiro se antecipou à marcação de João Vitor e subiu para cabecear com precisão.

O Palmeiras tentava responder com as bolas que Marcos Assunção levantava na área, mas o Coritiba afastava com segurança. E foi graças a um chute do volante que parou na defesa que os paranaenses chegaram ao segundo gol: aos 22min, Ânderson Aquino recebeu a bola no meio de campo e tocou na esquerda para Bill, que avançou pela desmontada defesa palmeirense e tocou na área para Davi; desmarcado, ele apenas tocou para o gol.

O Coritiba só não fez o terceiro aos 38min porque Marcos praticou uma defesa quase impossível: após bola levantada na área, Pereira subiu e cabeceou – o experiente camisa 12 do Palmeiras, porém, se esticou e tirou a bola no ângulo esquerdo, em cima da linha.

O Palmeiras ainda teve a chance de marcar aos 41min, em cabeçada de Leandro Amaro para fora. No entanto, dois minutos depois, quem voltou às redes foi novamente o Coritiba: Léo Gago recebeu na intermediária, se livrou com estilo da marcação e bateu de longe. A bola ainda desviou no pé de Danilo e encobriu Marcos, que pouco podia fazer.

O Palmeiras tentou responder no segundo tempo, com Wellington Paulista no lugar de Patrik e Chico na vaga de João Vitor. Porém, o que se viu foi o domínio do Coritiba mantido, e ampliado aos 10min: Leandro Amaro derrubou Bill na área – pênalti, que o próprio atacante cobrou no canto e converteu. De quebra, aos 16min, o ex-corintiano ainda levou uma cotovelada de Rivaldo, que foi expulso e complicou de vez para o Palmeiras.

Batido em campo, o Palmeiras só voltou a ameaçar com Marcos Assunção, que bateu falta perigosa aos 22min e que Danilo completou por cima. Do outro lado, o rápido angolano Geraldo criou boas chances, e colocou Davi em boas condições – o meia bateu por cima e perdeu as chances de fazer seu segundo gol.

A partir daí, o Coritiba passou a sufocar o Palmeiras, que não conseguia sair da assustada defesa. Aos 44min, Marcos Assunção cobrou falta na área, que parou em Edson Bastos. Aos 44min, Geraldo avançou pela esquerda, entrou na área sem combate e bateu, fazendo 5 a 0. E para dar número finais à noite trágica do Palmeiras, Ânderson Aquino entrou na área nos acréscimos e fez o sexto gol.

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627