Aproveitamento de recursos naturais é prioridade do Serra Shopping

Publicado em quinta-feira, setembro 5, 2013 ·

shoppingO Serra Shopping, que se instalará na PB-105 entre as cidades de Bananeiras e Solânea, nem está pronto e já está dando o que falar. É que a construção do empreendimento está despertando críticas com relação a possíveis impactos ambientais que poderão ser ocasionados na região, prejuízos esses terminantemente descartados pelo empresário que está à frente do projeto, Alírio Trindade.

“Esse é um argumento de pessoas movidas por interesses duvidosos e contrários a qualquer investimento que se faça em Bananeiras. Não há nenhum impacto ambiental, visto que não existe agressão ao meio ambiente. Trata-se de uma área de pastagem. Inexiste resquício de mata nativa ou nascente ou mesmo habitat de animais de qualquer natureza e muito menos APP [Área de Preservação Permanente]”, explicou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Alírio, o projeto, feito pelo arquiteto Expedito Arruda, priorizou inclusive o aproveitamento dos recursos naturais disponíveis na região. “Tentamos aproveitar o máximo possível com a implantação de uma vegetação ornamental e o uso racional de água e energia”, completou o empresário.

O arquiteto, por sua vez, conta que o próprio Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) já fiscalizou o local, não constatando qualquer tipo de agressão ambiental. “Todas as inclinações acima de 35% são tombadas pela Legislação Federal, mas no caso da área do shopping essa inclinação está abaixo desse limite. Esse tipo de acusação não tem substância”, frisou. A obra já foi também licenciada pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) conforme a Lei 1.714/2013.

O empreendimento comercial deve ficar pronto no segundo semestre de 2015, prometendo atender 14 municípios da região e beneficiar cerca de 180 mil habitantes. Com uma área de 11.200 m², o shopping terá estacionamento com 380 vagas, térreo e primeiro andar de lojas e um segundo andar para escritórios e consultórios. Serão 125 salas no total.

“A escolha da área decorreu de estudos, em que foram considerados o acesso fácil, amplo estacionamento, uma visão panorâmica da cidade de Bananeiras e a polarização para o entorno do Brejo paraibano, visando impulsionar o potencial comercial e econômico da região”, finalizou Alírio.

 

 

Por Hallita Avelar

revistaedificar

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627