Após ter registro barrado pelo TRE, Márcio Prudêncio diz ter sido vítima de “manobra política”

Publicado em terça-feira, setembro 9, 2014 ·

marcioO presidente da Câmara Municipal de Solânea, Márcio Prudêncio (PDT), teve seu registro de candidatura a deputado estadual indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). O pedido de impugnação do registro de Márcio foi protocolado por sua própria coligação, A força do trabalho II, após receber do presidente estadual do PDT, Renato Feliciano, um documento desautorizando Márcio a prosseguir com sua postulação.Procurado, Márcio Prudêncio afirmou ter sido vítima de uma manobra política que envolve seu partido e outro candidato a deputado estadual do Brejo. Ele garantiu que cumpriu todos os requisitos exigidos pela justiça e que, inicialmente, a coligação autorizou sua candidatura. Porém, a coligação voltou atrás e pediu para que o registro fosse barrado pela Corte Eleitoral.CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“A perseguição à minha candidatura veio de todos os lados daqueles que não querem ver Solânea e o Brejo avançar. Me coloquei como uma alternativa contra deputados que se dizem da região mesmo nunca tendo apresentado nenhum benefício e contra os que só vêm a cada 4 anos em busca do voto e depois de eleitos viram as costas para o povo, haja vista tantos problemas que enfrentamos na segurança, com as drogas, no trânsito, com a falta de água, de capacitação para os jovens, e não temos a quem recorrer.”

Embora a decisão seja passível de recurso ao TSE, Márcio disse que apesar de ter grandes chances de reverter a decisão, torna-se inviável permanecer uma candidatura com insegurança jurídica, lembrando ainda o elevado custo de um recurso dessa natureza.

“Minha gratidão a todos de Solânea e das cidades vizinhas que abraçaram junto comigo essa causa. Embora tenha sido impedido de apresentar nossas propostas no guia eleitoral, ficou demonstrada nos poucos dias de campanha que pudemos fazer que seguíamos na direção certa na busca pela mudança que a povo espera, e termos sido perseguidos é sinal que estávamos incomodando e contrariando interesses de quem só defende interesses próprios” completou.

 

 
Assessoria
 
 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627