Após afago tucano, líder da Força Sindical mostra proximidade com presidente da Fiesp

Publicado em quarta-feira, outubro 19, 2011 ·

paulinhoSão Paulo – Pré-candidato à prefeitura de São Paulo, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT-SP), fez afagos a Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na terça-feira (18), durante ato unificado entre sindicalistas e empresários pela redução da taxa básica de juros. Ao lado de Skaf desde o ínicio do evento, Paulinho procurou estreitar laços com o setor empresarial, agradecendo por diversas vezes o peemedebista pela realização do ato, unindo o setor patronal e a classe trabalhadora.
“Skaf, obrigado por você existir”, brincou o parlamentar, em referência à chamada “boa vontade” do presidente da federação em se juntar aos trabalhadores nas reivindicações. A parceria da Fiesp com a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical foi ensaiada no fim de 2010 e concretizada este ano para discutir temas como os efeitos da desindustrialização no país, com perda de empregos para a China, a competitividade do setor, a desoneração da folha salarial e a própria redução da Selic.
Correspondendo aos elogios, Skaf reiterou que a bandeira levantada em parceria “é do Brasil”, e que há espaço para o diálogo entre as partes. “As nossas divergências são as mesmas que existem em toda casa e em toda empresa”, disse. Para ele, não existe 100% de convergência “onde existem pessoas”. O empresário, que não esconde a intenção de voltar a disputar o governo do estado em 2014, não descarta o interesse na prefeitura de São Paulo. O nome do PMDB, no entanto, é o deputado federal Gabriel Chalita.
Na segunda-feira (17), líderes do PSDB compareceram ao evento de lançamento do livro sobre os 20 anos da Força: Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, e o ex-governador e ex-candidato à Presidência José Serra. Paulinho, que já recebeu Alckmin em outros eventos, como a festa de aniversário da Força, em março, frisou que o PSDB está “revendo sua história”, apesar de ter cometido erros nos últimos anos.
Ao lançar sua pré-candidatura a prefeito da capital paulista no início do mês, Paulinho recebeu elogios do prefeito Gilberto Kassab (PSD), que disse que “teria orgulho de passar o bastão de prefeito” a ele. A definição da candidatura ou de um eventual apoio a outro candidato só será realizada em abril do ano que vem. Alckmin afirma que está aberto a alianças nas próximas eleições municipais, inclusive com o PSD.

Rede Brasil Atual
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627