Apenado do Roger diz que rebelião pode acontecer em outros presídios simultâneamente

Publicado em domingo, agosto 28, 2011 ·

rebeliaoOs apenados da Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega (presídio do Roger) na capital estão planejando rebelião conjunta com outros presídios de João Pessoa neste domingo (28).

Segundo informações de um apenado, o ‘movimento’ deve ser em conjunto com os outros presídios, pois eles temem que se fizerem sozinhos a tropa de choque pode entrar e ‘acabar com tudo’. Ele contou que as outras penitenciarias são solidárias.

De acordo com o preso, neste momento existe um grande tumulto no presídio e algumas pessoas desmaiaram em virtude da greve de fome que estão fazendo. Ele informou que não há atendimento médico dentro do presídio e que o SAMU não pode entrar para fazer o atendimento.

O apenado informou que duas pessoas foram baleadas no pé e que eles vem sendo ameaçados pelo diretor que, segundo o preso, diz que vai haver uma chacina no presídio igual a que houve no Carandiru. Ele afirmou que os presos estão sofrendo perseguição do novo diretor, o capitão de polícia, Sérgio Fonseca de Souza e que eles não entendem o motivo da sustituição.

De acordo com o preso, não tem energia elétrica na penitenciária e a água só é liberada duas vezes ao dia e a alimentação é precária. Ele explicou que a greve de fome é para reivindicar ressocialização.

O apenado ainda comentou que “o Código Internacional de Direitos Humanos, o Código de Genebra, está sendo quebrado”.

As famílias dos presos estão apreensivas, hoje seria o dia de visita, mas estão proibidas de entrar no presídio. “Estamos numa verdadeira fábrica de massacradores da sociedade humana”, disse o apenado.

Marília Domingues com Natália Melo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627