Aniversariante, Vasco empata com Flu e perde chance de ser 2º

Publicado em segunda-feira, agosto 22, 2011 ·

flu x vascoNo dia do aniversário de 113 anos, o Vasco teve a oportunidade de dar de presente a vice-liderança do Campeonato Brasileiro à torcida. No entanto, o empate por 1 a 1 com o Fluminense, na noite deste domingo, no Engenhão, impediu a subida cruz-maltina na tabela.

Com o resultado, a equipe do técnico Ricardo Gomes segue na quarta posição, com 34 pontos, atrás de São Paulo (34, mas melhor saldo), Flamengo (35) e Corinthians (37). Já o time tricolor soma 25 e está em nono após empatar pela primeira vez na competição.

Diante de um pequeno público no Engenhão, Vasco e Fluminense fizeram clássico equilibrado na maior parte do tempo. Juninho Pernambucano, de pênalti, abriu o placar aos 36min do primeiro tempo, mas Rafael Moura, de cabeça, empatou aos 15min da etapa final.

O clássico:

Os dois times mostraram velocidade na etapa inicial e criaram chances de gol. Com Fred de volta ao time titular ao lado de Rafael Moura, o Fluminense assustou primeiro e chegou duas vezes justamente com o camisa 9, de novo em paz com a torcida. Ele tentou de primeira após cruzamento de Mariano aos 10min e ainda arriscou um voleio dois minutos depois. No entanto, errou o alvo em ambas as ocasiões.

Do outro lado, o Vasco teve Éder Luis como jogador mais perigoso. Movimentando-se bem, o veloz atacante deu trabalho à defesa adversária e parou duas vezes em defesas de Diego Cavalieri. O Fluminense voltou a atacar e reclamou muito da arbitragem em lance aos 30min. Fred chutou, a bola bateu no braço de Renato Silva, mas a arbitragem não deu pênalti.

Para aumentar a revolta dos tricolores, a equipe de Ricardo Gomes abriu o placar justamente em uma penalidade. Gum se atrapalhou ao tentar cortar cruzamento e a bola sobrou com Alecsandro, que foi deslocado por Márcio Rosário na área. Juninho Pernambucano se encarregou da cobrança e marcou aos 36min o seu primeiro gol em um clássico após retornar ao futebol brasileiro. Nos acréscimos, em bela jogada individual, Diego Souza por pouco não ampliou a vantagem vascaína.

O segundo tempo começou movimentado, com as duas equipes atacando e os goleiros aparecendo bem. Fernando Prass salvou o Vasco após chute de Fred que resvalou na defesa e depois viu Juninho tirar quase em cima da linha cabeçada de Gum. Na sequência, Éder Luis chutou forte e viu Diego Cavalieri praticar linda defesa.

Em vantagem, o Vasco foi se fechando com o passar do tempo e apostou em contra-ataques. Mas a tática não deu certo. Aos 15min, Carlinhos cruzou bem e Rafael Moura subiu de cabeça para empatar. Foi o terceiro gol dele em dois jogos. Logo depois, Ricardo Gomes, que havia sacado Julinho, lesionado, no primeiro tempo (Eduardo Costa foi a campo), gastou as últimas alterações. Juninho Pernambucano e Éder Luis, cansado, deram lugar a Leandro e Bernardo, respectivamente.

Apesar das mudanças, o Fluminense seguiu mais perigoso e pressionou em busca da virada, sempre rondando a área do rival e abusando dos cruzamentos. No entanto, a defesa vascaína mostrou segurança. No fim, quase a equipe de Abel Braga ainda foi castigada. Fágner cruzou com efeito e quase surpreendeu Diego Cavalieri.

As equipes voltam a encarar clássicos no próximo final de semana, na última rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado, às 18h (de Brasília), o Fluminense tenta a reação contra o Botafogo. No dia seguinte, às 16h, o Vasco faz duelo direto contra o Flamengo. Antes disso, porém, o time encara o Palmeiras, na quinta-feira, no Pacaembu, pela Copa Sul-Americana. Os cruz-maltinos venceram a ida por 2 a 0, em São Januário, e agora defendem a boa vantagem.

VASCO 1 x 1 FLUMINENSE

Gols
VASCO:
Juninho Pernambucano, aos 36min do primeiro tempo

FLUMINENSE:
Rafael Moura, aos 15min do segundo tempo

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Renato Silva e Julinho (Eduardo Costa); Jumar, Rômulo, Juninho Pernambucano (Leandro) e Diego Souza; Éder Luis (Bernardo) e Alecsandro . Técnico: Ricardo Gomes

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Valencia, Edinho, Lanzini e Marquinho (Rafael Sobis); Rafael Moura e Fred. Técnico: Abel Braga

Cartões amarelos
VASCO: Rômulo, Juninho Pernambucano, Leandro, Dedé e Fágner
FLUMINENSE: Márcio Rosário

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)

Público:
13.145 pagantes

Local
Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627