Agentes penitenciários são afastados após acusação de estupro a filhas de presidiário

Publicado em terça-feira, Abril 10, 2012 ·

Dois agentes penitenciários da cadeia pública do município de Sumé, cariri paraibano, foram afastados do cargo nesta terça-feira (10), sob suspeita de estuprar duas filhas de um detento, que está preso na penitenciária da cidade.

De acordo com Alberto Limonta, diretor da cadeia pública, duas adolescentes de 17 e 18 anos denunciaram que foram estupradas por dois agentes, que tiveram apenas as idades divulgadas: um de 34 e outro de 56 anos. Os estupros teriam ocorrido dentro da cadeia.

Em depoimento, a jovem de 18 anos afirmou que um dos agentes a teria agarrado enquanto o outro agente ficou olhando o estupro. Já adolescente de 17 anos vai prestar depoimento nesta quarta-feira (11).

O crime teria ocorrido na noite da última terça-feira (3), mas só veio à tona nesta semana. O pai das adolescentes, o presidiário Alberto Jailson Gomes, conhecido como ‘Beto Barbosa’, cumpre pena por assalto.

O caso está sendo investigado pelo promotor-substituto de Justiça de Sumé, Eduardo Maia. A Secretaria de Segurança Pública já foi comunicada sobre o caso.

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627